Por pbagora.com.br

O Diário Oficial Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), publicou na última na quinta-feira (22) recomendação feita ao prefeito de Montadas, Jonas de Souza (PSD). O gestor tem trinta dias para exonerar seu irmão Ranunfo Leandro de Souza, que ocupa atualmente o cargo de secretário de Infraestrutura do município.

De acordo com a publicação, o TCE considera irregular a nomeação de Ranunfo Leandro “por se tratar de hipótese de prática de nepotismo”. Jonas de Souza tem trinta dias para desligar o irmão do quadro da prefeitura. Ainda de acordo com o TCE, o não cumprimento da decisão implicará na multa e outras providências legais.

Em janeiro de 2017, foi publicada no Diário Oficial da União a nomeação de pelo menos sete parentes para compor o primeiro escalão da nova administração do município. Foram nomeados um tio, três irmãos, a esposa e dois primos. Na época, Jonas declarou que a nomeação se justifica pelo fato das pessoas contratadas serem "de confiança".

""

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: dos jovens da elite de CG ao silêncio. Cássio ignora campanha de aliados e adota estilo ‘cada um por si’

Após participar da convenção que alçou Bruno Cunha Lima (PSD) e Lucas Ribeiro (PP) candidatos à prefeitura de Campina Grande, intitulando a dupla como ‘jovens da elite da cidade’, o…

Debate Master esquenta disputa eleitoral na capital e lidera a audiência

As eleições municipais de 2020 estão previstas para acontecer no dia 15 de novembro e até lá, João Pessoa e demais municípios, será palco das campanhas eleitorais que prometem apresentar…