A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Prefeito de Pedras de Fogo entra na mira do MP por recebimento irregular de 13º salário

O prefeito de Pedras de Fogo, Bá Barros, está sendo investigado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). O órgão abriu uma investigação para apurar se o prefeito recebeu o 13º salário de forma irregular nos anos de 2021 e 2022, sem previsão legal.

As informações que chegaram ao MPPB indicam que Bá Barros teria recebido o benefício em ambos os anos mencionados, apesar de não haver base legal para tais pagamentos. Esta situação levantou suspeitas e motivou a abertura de uma investigação oficial para esclarecer os fatos.

Até o momento, o prefeito Bá Barros adotou uma postura de silêncio e não se pronunciou publicamente sobre as acusações e a investigação em curso. A ausência de um posicionamento oficial tem gerado ainda mais especulações entre os cidadãos e autoridades locais.

O Ministério Público segue com as investigações para determinar a legalidade dos recebimentos e as possíveis consequências caso se confirme a irregularidade dos pagamentos.

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe