As coisas não andam muito boas para os moradores de Marcação cidade localizados no litoral Norte paraibano, a 62 quilômetros da Capital e que enfrenta grandes problemas administrativos. Tudo por conta da omissão do prefeito Adriano Barreto (PSB), que está indiferente com os problemas do município e enfrenta forte desgaste junto à população.

 

Informações obtidas pelo PB Agora nesta segunda (18) dão conta que o prefeito de Marcação, que reside em João Pessoa, não é encontrado no município e se deslocando até Marcação três vezes na semana, apenas para assinar alguns documentos ligados a administração, uma vez que a insatisfação por parte dos servidores públicos é generalizada, pois os funcionários estão com os salários atrasados há mais de trinta dias.

 

""“Nossa posse representa a vitória do povo de Marcação, que vinha sofrendo há anos, com a falta de comando no município e uma série de desmandos”, afirmou Adriano Barreto, quando venceu a eleição suplementar em 201, analisando a fala para a realidade atual, as coisas não modificaram muito.

 

Também chegou ao conhecimento do PB Agora, que as aldeias indígenas de Marcação também sofrem com o abandono, como: a falta de infraestrutura, assistência social e políticas públicas que valorizem as suas tradições das aldeias indígenas.

 

Outro ponto que tem revoltado os moradores de Marcação, diz respeito à retirada do ônibus por parte da administração do prefeito Adriano Barreto que prejudicou uma grande quantidade de estudantes que estão com seríssimos problemas para se deslocaram para o Campus I da UFPB em João Pessoa e para o Campus IV em Mamanguape e Rio Tinto.

 

Se não bastassem os problemas em Marcação, outro município no Vale do Mamanguape sofre problema semelhante: Curral de Cima, cidade em que completaram-se quatro meses no atraso do pagamento. se não bastase a bronca, os professores não recebendo remunerações há mais de sessenta dias e o ""prefeito Nadir Fernandes (DEM), que exerce o segundo mandato, não emite qualquer tipo de posicionamento.

 

É aguardado um posicionamento do Ministério Público sobre os desmandos praticados pelas administrações de Marcação e Curral de Cima.

 

Henrique Lima

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais um filiado ao PSL/PB ignora Julian e admite deixar legenda se Bolsonaro sair da sigla

Apesar de o deputado federal Julian Lemos, atual presidente do PSL na Paraíba, atestar que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não tem intenção de se desfiliar da legenda diante do…

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…