Por pbagora.com.br

O candidato à Prefeitura de Campina Grande, Edmar Oliveira, pelo Patriotas, acusou o presidente estadual do partido, Wallber Virgolino, de se apropriar dos recursos destinados à campanha eleitoral nos municípios. Wallber também é candidato a prefeito, mas em João Pessoa.

De acordo com Edmar, Wallber recebeu R$ 400 mil de recursos em sua conta de campanha, já que a conta do diretório estadual do partido está proibido de receber recursos.

Foto: reprodução / TV Paraíba

Em entrevista a Rádio Correio FM, Edmar revelou a existência de um acordo com Wallber para que o recurso recebido fosse dividido entre os diretórios dos municípios. “Foi acordado, juntamente com o mesmo (Wallber Virgolino), de fazer o repasse para os municípios. Eu não estou pedindo dinheiro do bolso de ninguém, isso é dinheiro que vem de recurso do TSE. Tudo o que eu estou falando, eu tenho provas”, garantiu o candidato na disputa em Campina Grande.

Ainda segundo relatos de Edmar Oliveira, Wallber tem declarado que o candidato do presidente Jair Bolsonaro em Campina Grande é Bruno Cunha Lima (PSD). “Ele decide pelo presidente? Eu conheço o presidente antes de ele ser presidente, quando ele ainda era deputado. Então ele não pode falar por outra pessoa”, concluiu.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: brio abalado da oposição impõe alerta à aliança vitoriosa formada entre João, os Ribeiro e Cícero

Um novo tempo chegou. Os governos estadual e da Capital são outros. Restou às velhas oposições na Paraíba lideradas de um lado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do outro…

Na mira do MP: 22 prefeitos não assinaram acordos para o fim dos lixões na Paraíba

O Ministério Público estadual (MPPB) deu prazo de um ano para que prefeitos paraibanos fechassem lixões e dessem destino adequado a resíduos sólidos – o prazo será encerrado em 1º…