Em resposta a matéria do Portal, a Prefeita do Conde-PB, através de seu advogado, Dr. Marcos Souto Maior Filho, desmentiu a existência de qualquer crise em sua administração.

Segundo Souto Maior, a Prefeitura passa por problemas financeiros e orçamentários e a administração precisou fazer remanejamentos e cortes.
Perguntado pelo Portal sobre os secretários demitidos disse:

“Não houve demissão, a Eudes deixou a Chefia de Gabinete para assumir a Ouvidoria do Município, cargo relevante e de extrema confiança da Prefeita. Já o Secretário de Administração, Pedro Ruffo em momento algum deixou a pasta, continuando suas funções normalmente. A Secretaria da Pesca, matem em seus quadros o Sr. Inácio, que hoje esta a frente da Diretoria de Pesca. O Secretário Alexandre, da Secretária do Meio Ambiente, continua na pasta, contundo sem receber proventos, em virtude de diminuição dos gastos.”

Souto Maior afirma inexistir qualquer crise, e os funcionários que se afastaram, momentaneamente, em virtude do enxugamento da folha, continuam fazendo parte do grupo político da Prefeita Tatiana do Conde-PB. Aguardando o fim da crise financeira da Edilidade para retorem aos quadros, já que são aliados de primeira hora.
Perguntado especificamente, sobre o funcionário Vanilson, Souto Maior esclareceu, que não houve qualquer ascensão na Prefeitura, continuando nas mesmas funções e prestando os serviços com a mesma eficiência de todos os outros.

“O povo do Conde conhece a atuação de Tatiana, não existe racha político ou mesmo crise, trata-se de reajustamento da maquina administrativa diante do problema financeiro que vem passando o Município. A raquítica oposição tenta ganhar força com boatos e mentiras.” Finalizou Souto Maior.



Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Rosas tem maioria, mas não vai recorrer de intervenção: “Fiquem com o PSB”

O presidente do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, disse que embora tenha apoio da maioria dos diretorianos, além de deputados, prefeitos e vereadores para continuar na presidência, não vai recorrer…

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…