A Paraíba o tempo todo  |

PRB, de Cavalcanti, critica Maranhão III e ameaça romper

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Aliado de primeira hora do governador José Maranhão (PMDB), o senador Roberto Cavalcanti corre o risco de ver seu partido rompido politicamente com o novo governo. É porque a direção estadual do PRB na Paraíba está insatisfeita com tratamento dado pelo governador Maranhão ao partido.

O presidente do PRB paraibano, Pastor Jutaí, disse nesta quinta-feira (2) que a legenda não vem sendo chamada para participar das discussões de governo e muito para indicar nomes para compor a equipe administrativa. Ele classificou a relação com o PMDB de “fragilizada” e admitiu discutir o afastamento do PRB da base de Maranhão.

“Vamos convocar o partido para discutir esse assunto. Claro que não será uma decisão só minha, mas já estamos ouvindo queixas de nossas lideranças no Estado inteiro”, disse o presidente do PRB paraibano, que possui na Paraíba dois prefeitos (Juazeirinho e Araçagi), 32 vereadores e um senador da República.

Segundo ele, o PRB vem sendo tratado como uma legenda de menor importância dentro do projeto Maranhão III. “Até agora não fomos chamados para uma audiência o reunião sequer. Se querem a manutenção da aliança que trabalhou na campanha de 2006 não podemos continuar desse jeito”, disse.
 

Pastor Jutaí aproveitou para desautorizar o Pastor Fausto, ex-presidente do PRB da Paraíba, a falar em nome da legenda. Fausto, que já foi deputado, tem trabalhado em favor dos interesses de Maranhão.


PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe