REVIRAVOLTA: prefeito de Bananeiras deixa disputa pela presidência do PPS e anuncia desfiliação da legenda; Nonato assume direção da sigla na PB

O prefeito do município de Bananeiras, Douglas Lucena, decidiu, nesta sexta-feira (08), abandonar a disputa pela presidência do PPS na Paraíba e aproveitou para anunciar a desfiliação da legenda. Segundo o gestor, houve uma verdadeira manobra dos correligionários da sigla na Capital para impedir o direito do voto dos demais filiados no Estado.

“Esse congresso de hoje não foi da Paraíba e sim de João Pessoa, porque 98% dos filiados não tiveram o direito ao voto, desse número muitas lideranças com mandato sequer estiveram presentes e eu não vou aceitar isso”, desabafou o gestor.

Ainda conforme Lucena, o congresso do PPS era sub-representativo, já que apenas 13, dos 27 diretórios compareceram para a votação.
“O PPS mancha sua historia, o que está acontecendo é lamentável e apiquena o partido, porque aqui só está se discutindo se o partido vai ser instrumento na eleição estadual, por isso, não tenho duvida que em função desse ato de força não tenho condições políticas de permanecer nesse partido que não me respeita”, avisou.

Douglas disse que nunca teve outra filiação na vida, mas, infelizmente ‘o que a nacional fez foi uma intervenção branca’.

 

Assim como o prefeito de Bananeiras, a deputada Gilma Germano também expôs sua indignação com o que classificou de manobra do grupo de Nonato Bandeira, no entanto ratificou a permanência nos quadros da legenda.

“Vou permanecer no PPS, agora de forma indignada, estamos aqui mais uma vez para presenciar uma manobra, o que estamos presenciando é um congresso municipal, pois só vimos membros de João Pessoa, o estado todo se retirou porque metade dos companheiros não concorda com essa forma de se fazer eleição”, lamentou.
 

 

NOVO PRESIDENTE – NONATO ASSUME COMANDO DO PPS NA PARAÍBA

 

Com a desistência de Douglas, o vice prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira foi aclamado o novo presidente do partido no Estado. O vice prefeito disse que agora será estabelecida a autonomia e independência do partido. Ele reafirmou a disposição de trabalhar para o fortalecimento do partido e para construção de uma chapa forte e representativa para disputa proporcional.

“Nosso compromisso é a realização de um trabalho para fortalecer o partido, fazê-lo a voltar a ter vida própria e não servir apenas de sublegenda, mas de protagonista do processo político e eleitoral da Paraíba”, declarou Nonato Bandeira.

O congresso estadual do PPS foi conduzido pelo presid

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRF-5 deve retomar julgamento de processo contra Enivaldo Ribeiro

Nos próximo 15 dias deverá ser retomado, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), o julgamento do processo da Operação Sanguessuga envolvendo o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro.…

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa,…