Por pbagora.com.br

Lideranças políticas e dirigentes do PPS na Paraíba subscreveram carta solicitando o adiamento da eleição do novo diretório do partido no Estado previsto para acontecer no próximo dia 20, em João Pessoa.

Eles alegam desrespeito à resolução nacional do PPS e chegaram a entrar em contato com o secretário nacional do partido, Rubens Bueno, para barrar o congresso a ser realizada com objetivo de eleger a nova direção da legenda na Paraíba.

Assinam a carta os deputados Nivaldo Manoel e Socorro Marques, o vereador Bruno Farias, o presidente do PPS em João Pessoa, Fábio Carneiro, o presidente da Comissão Eleitoral do partido, jornalista Nonato Bandeira, e outros três membros da legenda.

Segundo eles, a direção atual, que está sob o comando de José Bernadino, candidato à reeleição, não está respeitando a resolução nacional que acrescenta os votos dados ao PPS nas eleições de 2006 e 2008, de vereadores, para fins de proporcionalidade para fixação do número de delegados.

Nos bastidores, percebe-se que o grupo está querendo fortalecer os deputados a fim de garantir a eleição de Socorro Marques no embate contra o atual presidente da legenda, José Bernadino, que tenta a reeleição.

Alega-se ainda que existem 20 comissões provisórias municipais ainda não renovadas pela direção estadual e que o prazo para tal se estende até o dia 30 de maio. “É ilógico realizar congresso estadual quando o prazo para os congressos municipais ainda está em vigor”, declarou o vereador Bruno Farias.
Ele disse que o grupo espera resposta da atual direção estadual.

 

O OUTRO LADO

O presidente do PPS da Paraíba, José Bernadino, declarou ao Portal PB Agora que vai reunir a Executiva Estadual do partido na próxima segunda-feira (18) para deliberar sobre o pedido de adiamento do congresso estadual.

Em princípio, ele descartou qualquer possibilidade de adiamento e disse que a data está mantida. “Estamos dentro do calendário fixado pela nacional que vai do dia 16 de maio a 14 de junho”, disse.

Ele refutou ainda as teses levantadas pelos defensores do adiamento. Bernadino declarou que a data do congresso estadual foi estabelecido antes da direção nacional mudar resolução alterando calendário dos congressos municipais.

E declarou ainda que não há problema estatutário dos congressos municipais serem realizados até o dia 30 de maio, mesmo com renovação do diretório estadual. “Inclusive no dia 20, quando estaremos realizando o congresso estadual”, completou.

Quanto à acusação de desrespeito à resolução nacional do PPS sobre critérios para eleição de delegados partidários, Bernadino disse que a resolução aplicada pelo PPS estadual foi aprovada por unanimidade pelo partido, incluindo os votos dos deputados Nivaldo Manoel e Socorro Marques.

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em JP, Cícero garante realizar concurso público em vários segmentos

Candidato à prefeitura de João Pessoa pelo Progressistas, o ex-senador Cícero Lucena se comprometeu, se eleito, a realizar concurso público para vários setores da gestão municipal – na medida do…

Pedras de Fogo: MP recorre do registro de candidatura de Lucas Romão

O imbróglio envolvendo a candidatura de Lucas Romão, na cidade de Pedras de Fogo, parece não ter fim. Em mais um capítulo da novela protagonizada pelo sobrinho do atual prefeito,…