Por pbagora.com.br

O secretário executivo de Comunicação do governo da Paraíba, o jornalista Célio Alves voltou a alfinetar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e disse durante entrevista nesta quarta (28), que acompanhou atentamente a entrevista do tucano numa rádio local, e contou que ficou surpreso com as afirmações do adversário que criticou duramente a segurança pública na gestão socialista.

 

Segundo Alves, os índices apresentados pela gestão Cunha Lima foram mais exorbitantes que os dias de hoje.

 

“Fiquei surpreso pelo fato de Cássio ter partido para afirmações sobre a segurança do Estado, pois se há um tema ingrato para o senador, no período que ele governou a Paraíba é exatamente a segurança pública. Não é o governador Ricardo, não é essa ou aquela pessoa, não sou eu quem diz, temos essa conclusão a partir dos dados. Como ele pode dizer que a Paraíba vive uma situação de terrorismo se foi justamente no período do governo dele que tivemos o crescimento nos índices?” questionou.

 

""Célio apresentou os mapas da violência e disse que da década compreendida de 2000 a 2010 a Paraíba deu um salto na criminalidade.

 

“Quem governava em 2000 era Zé Maranhão (PMDB), 2001 e começo de 2002 Maranhão, de abril de 2002 a dezembro Roberto Paulino (PMDB), de 2003 a 2008, Cássio Cunha Lima (PSDB) que ainda governou dois meses de 2009 o restante do ano até 2010 Zé Maranhão, portanto o governador Ricardo não governou durante esta década e a Paraíba registrou segundo o instituto Sangari um crescimento no numero de homicídios de 180,2%”, detalhou.

 

O secretário continuou a apresentar números e disse que entre 2003 e 2008 no governo Cunha Lima esse crescimento foi na ordem de 100%.

 

“É preciso que se explique isso: como um senador pode chegar e dizer que a Paraíba vive um terrorismo, por conta da insegurança que é demais, se foi ""justamente no governo dele (Cássio) nessa década que tivemos esse crescimento assustador e avassalador da segurança!”, desabafou.

 

O secretario executivo de Comunicação encerrou a sua fala dizendo que o Governo do Estado está investindo significativamente na segurança e destacou que houve uma queda nos índices de criminalidade a partir do ano de 2012 e ano de 2014 a Paraíba é o estado que mais reduz em todo o Brasil.

 

“Avançamos em 50% nas ações da polícia. O governador contratou muitos policiais civis e militares, se ele tivesse encontrado o Estado no patamar ideal, teria feito mais contratações”, pontuou.

 

E você amigo internauta, concorda com os argumentos de Célio Alves? Opine no espaço destinado aos comentários.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Em 20 dias de mandato, Léo Gadelha já apresentou 16 proposituras na Câmara

O deputado federal Leonardo Gadelha, do PSC, tomou posse no mandato na Câmara em 31 de março  e em apenas 20 dias de mandato já protocolou 16 propostas legislativas. A…

2021 terá edição do maior São João do Mundo, em CG, só que de forma virtual

O ano de 2021 terá mais uma edição do maior São João do Mundo, em Campina Grande, na Paraíba. A festa, no entanto, terá adaptações por conta da pandemia do…