Por pbagora.com.br

Há poucos dias a população da cidade de Bayeux se viu com um novo governo, como todo novo governo, se encheu de esperança na resolução de problemas antigos, porém até o momento aguarda a solução de tais anseios. A cidade, que já está no terceiro prefeito em cerca de oito meses, tem diversos problemas como coleta de lixo irregular, falta de atendimento médico e de medicamentos. “Quem mais sofre é a população”, disse o comerciante José Eronilson dos Santos Matias.

 

Ele contou que por um tempo não houve coleta de lixo, mas que na semana passada, a situação parecia ter se regularizado. “Na sexta-feira passou o caminhão do lixo, mas não sei agora, que tem outro prefeito, como é que vai ficar”.

 

A incerteza parece ter tomado conta da cidade. “Eu não sei nem se tem prefeito”, comentou a aposentada Dulcinete Porto. Ela estava saindo de uma consulta dermatológica em uma Unidade de Saúde da Família (USF).

 

“Eu até consegui essa consulta, mas estou esperando uma cirurgia no olho há mais de um ano”. A dona de casa Jéssica Genésio afirmou que nas USFs não têm remédio e, às vezes, nem médico. “É difícil pegar ficha. Dentista também”. A aposentada Luzinete Viana da Silva afirmou que na USF Sesi II só tem um médico, que atende três vezes por semana. “Acho que tem muita gente pra um médico só”.

 

“Quando tem equipamento não tem água, quando tem água não está esterilizado. Estou esperando uma consulta com um otorrino para o meu filho faz um ano. O citológico que a gente faz demora seis meses para sair o resultado. Agora mesmo vim buscar o resultado do exame que fiz ano passado”, contou a estudante Flávia Patrícia da Silva.

 

Esgoto e sujeira. Na Rua 13 de Maio o grande problema é o esgoto. Os moradores convivem há anos com o mau cheiro e a sujeira do esgoto correndo na rua. Segundo o mecânico José Patrício da Silva, que mora no local há 12 anos, os bueiros da rua vazam e nunca passaram por manutenção. Os próprios moradores instalaram canos junto ao meio fio para direcionar a lama, impedindo que ela se espalhe por toda a rua.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Minimizando ‘pé de guerra’ RC agradece apoio do PT: “Alegria fraternal”

Minimizando e praticamente ignorando o verdadeiro pé de guerra que a intervenção da Executiva Nacional do PT causou dentro da sigla na Paraíba, ao anunciar apoio ao seu nome e…

Tecnologia: Cícero afirma que pessoense terá “prefeitura na palma da mão”

Os serviços públicos precisam ser eficientes e devem estar sempre acessíveis para a população. É com esta certeza que o candidato do Progressistas à Prefeitura da capital, Cícero Lucena, lançou…