A briga do PSB na Paraíba rachou no meio o bloco socialista e tem dividido as opiniões dos membros da legenda que torciam para que a harmonia voltasse a reinar no jardim girassol. Para não ficar em cima do muro, a deputada estadual Pollyana Dutra, do PSB, bateu o martelo e avisou, durante entrevista nesta quarta-feira (04), que permanecerá ao lado do governador João Azevêdo (sem partido), como integrante da base que dá sustentação à gestão estadual.

“Não tenha dúvida disso. Eu sou uma deputada da base do governador João Azevêdo, eu militei nesse partido por alguns anos, eu tenho identidade com esse partido, mas até então a gente não entendeu essa busca desesperada pelo controle do partido, quando esse controle já era do ex-governador Ricardo, não precisava disso”, ressaltou.

Pollyana disse ainda que não se surpreendeu com a desfiliação de João, já que ocorreu por conta de fatores que não foram provocados pelo chefe do executivo, e sim por conta da ação de terceiros.

“Eu não vi como surpresa, já estava previsto. Os fatos que aconteceram durante todo esse ano não provocados pelo governador João Azevêdo mostravam que já era esperado essa desfiliação dele e de alguns membros da sigla. A gente entende que o partido não tem dono, não foi o governador que provocou essa situação de caça às bruxas dentro da sigla e João não tinha outra alternativa”, ressaltou.

Sobre o teor da nota do PSB, tachando o governador de traidor, Pollyana defende João. “Achei agressiva, um desequilíbrio da sigla, o partido entendeu que João era o nome ideal e de repente muda a postura. Eu faço parte do partido e tenho propriedade para falar, até então eu participava do diretório estadual e a gente não compreende tamanhos absurdos e atitudes praticados por alguém dentro do partido que não é a opinião da maioria dos militantes. Nenhum dos dois traiu nenhum. É uma busca exaustiva pelo controle partidário. É como o partido tivesse dono”, analisou.

 

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Combate ao coronavírus: emenda de Wilson garante 65 ventiladores e PB conta agora com 580

O deputado Wilson Filho (PTB) destinou R$ 7,8 milhões em recursos para a compra de 65 ventiladores pulmonares, 175 camas para leitos e um tomógrafo que serão usados para reforçar…

Clima tenso: Ludgério insinua insatisfação com ingresso de Bruno Cunha Lima no PSD

Presidente municipal do PSD em Campina e vice-presidente estadual da sigla o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) que também se coloca como pré-candidato a prefeito da cidade, parece que levou…