Um levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), contendo os dados
preliminares das filiações partidárias de pré-candidatos (as), no prazo
legal, demonstra que o PMN – Partido da Mobilização fez a sua lição de casa
e teve um crescimento de 5,37%, com a filiação de 62 pré-candidatos (as),
ficando em quarto lugar numa lista de 32 partidos, atrás apenas do partido
do governador, o PSB, do PT do B, que também integra o projeto do
governador e do PMDB, que registrou 75 novas filiações.

 

De acordo com o TSE, os partidos políticos receberam 1.153 novos filiados,
de 22 de abril a 5 de outubro deste ano, na Paraíba. O levantamento mostra
que o Partido Socialista Brasileiro (PSB) reforçado pela Rede
Sustentabilidade recebeu 226 filiados. Em seguida, vêm o Partido
Trabalhista do Brasil (PT do B), com 109 filiados, o Partido do Movimento
Democrático Brasileiro (PMDB), com 75 e o*Partido da Mobilização Nacional
(PMN), com 62.*

 

Na seqüência estão: Partido Verde (PV), 50. O Partido Progressista (PP)
recebeu, neste período, 43 filiados, o Partido Social Democrático (PSD),
39, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), 35, o Partido
Trabalhista Brasileiro (PTB), 35, o Partido Republicano da Ordem Social
(Pros), 34, e o Partido Popular Socialista (PPS), 32.

Os que receberam menos filiados foram o Partido Democrático Trabalhista
(PDT), 10, o Partido Social Democrata Cristão (PSDC), 8, e o Partido
Comunista Brasileiro (PCB), 3.

O PMN – Partido da Mobilização Nacional utilizou estratégia semelhante
àquela adotada nas eleições municipais de 2012 e filiou um grupo de
pré-candidatos (as) para viabilizar uma chapa forte para deputado estadual,
sem a necessidade de coligação na proporcional, além de nomes para deputado
federal.

De acordo com Lídia Moura, presidenta estadual da legenda, o PMN prioriza
as chapas de deputado estadual e federal, mas poderá ter também candidatura
própria para governador e senador. “A nossa prioridade é eleger deputados
e deputadas. Assim, vamos decidir junto com os nossos candidatos e
candidatas a melhor estratégia para a conquista desse objetivo, mas não
descartamos chapa completa”, disse Lídia.

O PMN informa ainda que, além dos pré-candidatos (as) filiados agora, o
partido pretende também convencer alguns antigos filiados com potencial
eleitoral a se integrarem ao projeto de candidaturas 2014.

Fonte: TSE/Correio da Paraíba

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de Patos diz que vai diminuir distância com o legislativo e que não vai ‘abrir caixa preta’ da gestão anterior

O comando da gestão municipal da morada do sol – Patos, Sertão Paraibano – voltou às mãos de um profissional da saúde. Depois do médico Dinaldinho Wanderley (PSDB), que está…

Cássio garante que continuará colaborando com a PB e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…