Por pbagora.com.br

O deputado Inácio Falcão (PCdoB), pré-candidato à Prefeitura Municipal de Campina Grande, revelou em entrevista ontem (31), que pode não ser mesmo o escolhido pelo governador João Azevêdo (Cidadania), para receber seu apoio e da sua sigla para estas eleições. Porém mesmo não recebendo tal apoio, o mesmo revela que entenderá e permanecerá na base do governo e que caso não chegue ao segundo turno pode sim apoiar a pré-candidata a prefeitura Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos).

“Caso eu não seja o escolhido, entenderei as razões dele”, disse Inácio ao comentar que continuará na base de apoio do governador João Azevêdo (Cidadania), mesmo que não receba, no primeiro turno, apoio do gestor estadual à sua pré-candidatura a prefeito de Campina Grande.

O pré-candidato comunista admitiu a possibilidade de apoiar Ana Cláudia, que vai disputar a prefeitura de Campina Grande pelo Podemos, mas afirmou que isso só acontecerá num eventual segundo turno. Antes da pandemia, ambos defenderam, com entusiasmo, a união das oposições em torno de uma única candidatura.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: o microfone sem o veículo; uma ameaça sem um suspeito; um Nilvan sem um Sistema de Comunicação

Um atentado no meio do caminho. Foi esse o tom dado pelo candidato do MDB, Nilvan Ferreira e que movimentou as redes sociais nesse primeiro final de semana de campanha…

Com estratégia eleitoral 100% virtual, RC falta a debate e é comparado com Bolsonaro

Candidato à Prefeitura de João Pessoa, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) informou que adotará campanha 100% digital na corrida eleitoral deste ano e com isso não participará de nenhum debate.…