Por pbagora.com.br

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), terá dificuldades para escolher seu sucessor nas eleições municipais que se avizinham, em 2020, sobretudo por conta do leque de aliados aptos ao posto. Mas, nos bastidores, crescem as apostas para a adoção de uma ‘receita’ vitoriosa já utilizada a nível estadual e até nacional – um nome técnico.

A exemplo do ex-presidente Lula (PT), que lançou a então chefe da Casa Civil Dilma Roussef (PT) para sucessão em 2006 e em 2010 e venceu; e o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), que apostou no nome do então secretário João Azevêdo (PSB) e também saiu vitorioso, em Campina Grande o prefeito Romero tem na mão a possibilidade de lançar o nome do ex-secretário de Planejamento, André Agra (sem partido), para encabeçar a disputa. Ele já teria, inclusive, recebido o convite do prefeito para ingressar nos quadros do PSD, atual legenda de Romero.

Agra, no entanto, não admite, mas também não descarta a tese. Ele ressalta que algumas condições devem estar favoráveis. Em entrevista essa semana à rádio Caturité FM, em Campina Grande, ele disse que, por hora, não tem nenhuma decisão sobre se filiar a nenhum partido, todavia não descarta a possibilidade caso haja uma análise na aceitação do povo campinense.

– Precisa ser desejada, precisa ser viabilizada pela cidade. Não é algo que simplesmente se decida, é algo que precisa de apoio, de engajamento, e de propostas. E assim a gente tem que aguardar o futuro – ressaltou.

André Agra atualmente atua apenas como auditor do Tribunal de Contas da Paraíba. A preço de hoje ele acrescenta estar focado e dedicado apenas nesta função, a fim de prestar um serviço público de qualidade.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: PB não é só RC e Anísio. Lutas ferrenhas são travadas em todo o Estado

O curso da história não dá trégua. E isso é a fabulosa mágica da vida, a vida que nos faz seres humanos, únicos em todo o reino animal. Agora, buscando…

Empossado senador, Diego Tavares não descarta receber Cartaxo se for procurado

Após romper com a gestão municipal em João Pessoa e aderir à candidatura do ex-senador Cícero Lucena na corrida pela sucessão municipal na Capital, o novo senador paraibano, Diego Tavares,…