Por pbagora.com.br
No dia em que Campina Grande comemora 155 anos de emancipação política, o prefeito Romero Rodrigues, o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro e representantes do Banco do Brasil deram início à etapa de assinaturas de contratos dos mutuários do Conjunto Aluízio Campos. A solenidade aconteceu na manhã desta sexta-feira, 11, no Teatro Municipal Severino Cabral, testemunhado por vereadores, secretários municipais e outras autoridades.

Já a partir da próxima segunda-feira, 14, as assinaturas serão colhidas em grupos de até 400 mutuários por dia. De acordo com a programação, no dia 24 deste mês será concluída essa última etapa. No total, 4.100 proprietários das casas e apartamentos do conjunto vão assinar os documentos junto à instituição financeira oficial. Cada contrato, com três vias, dispõe de 40 páginas que devem ser assinadas pelos mutuários e por representante do BB.

O primeiro contrato foi assinado por Edenilza Luzia da Silva. Em seguida, firmou o contrato o casal José Oliveira dos Santos e Edvânia Santos. Em nome dos secretários falou o adjunto de Planejamento Municipal, Carlos Dunga Júnior, concluindo seu breve pronunciamento com convite a todos para orar o Pai Nosso como forma de agradecimento a Deus pela conquista dos futuros moradores do Aluízio Campos. Também fez uso da palavra o superintendente comercial do Banco do Brasil, Célio Cintra.

Por fim, fez uso da palavra o prefeito Romero Rodrigues. Visivelmente emocionado, Romero lembrou toda a luta para que Campina Grande ganhasse o novo conjunto, pois isto foi possível a partir da compra de um terreno de 800 hectares, em 2013, além da busca permanente pela obtenção de recursos para a obra, iniciada em 2015.

Fez questão de agradecer a todos os parceiros, colaboradores e personalidades que se empenharam pelo novo complexo habitacional, lembrando que os recursos federais, da ordem de R$ 300 milhões, contaram com a contrapartida da Prefeitura de R$ 30 milhões. “Todo este esforçou viabilizou a construção daquela que é, sem dúvida, a maior obra já edificada nos 155 de história da cidade”, garantiu, com entusiasmo.

Romero ainda ressaltou, que o Aluízio Campos já nasce maior que 180 cidades paraibanas, sendo dotado de toda a infraestrutura necessária para dar condições dignas de moradia a mais de 4 mil famílias. Lembrou também o esforço do governo municipal em executar obras negadas pelo próprio governo estadual, a exemplo de uma adutora no valor de R$ 12 milhões e estações elevatórias para a coleta de esgotos.

Presenças – Prestigiaram a solenidade, presidida pelo prefeito Romero Rodrigues, marcando a passagem do Dia da Cidade, as seguintes autoridades: vice-prefeito Enivaldo Ribeiro; presidente da Câmara Municipal, Ivonete Ludgério; superintendente comercial do Banco do Brasil, Célio Cintra; gerente local do Banco do Brasil (Agência Borborema), Alexandre Barbosa; além dos secretários Diogo Lyra (Seplan e Administração), Carlos Dunga Junior (executivo da Seplan), Eva Gouveia (Semas), Lucas Ribeiro (Ciência e Tecnologia), Teles Albuquerque (Sejel), Joia Germano (Cultura) e Renato Gadelha (Agricultura), além de Alba Valéria (coordenadora do Aluízio Campos), Rubens Nascimento (coordenador do Cadastro Único) e Marcos Alfredo, coordenador de Comunicação. Ainda compareceram os vereadores João Dantas, Sargento Neto, Álvaro Farias, Ivan Batista, Saulo Germano, Aldo Cabral e Pastor Josimar.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Festa de Nossa Senhora da Conceição começa em CG e vai até dia 08; veja programação completa

A festa de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Campina Grande, foi aberta na noite deste domingo (29), na Catedral Diocesana, na Avenida Floriano Peixoto, no centro da cidade. Este…

Pedras de Fogo: ex-vereador é indiciado por disparar explosivos contra populares

O ex-vereador de Pedras de Fogo, José Edilson da Silva Galdino, conhecido como Zé do Povo, foi indiciado por homicídio tentado, por ter supostamente disparado fogos de artifícios contra populares…