Por pbagora.com.br

Uma denúncia contra seis envolvidos em suposto esquema para que as contas da gestão da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) no Hospital de Emergência e Trauma fossem aprovadas no Tribunal de Contas do Estado (TCE), fou formalizada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Entre os envolvidos estão o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e o conselheiro afastado Arthur Cunha Lima.

De acordo com as informações, os denunciados receberam prazo de 15 dias concedidos pelo STJ para apresentarem defesa.

Também são alvos o advogado Diogo Mariz Maia, o ex-deputado Arthur Cunha Lima Filho, o empresário Daniel Gomes da Silva e o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro. O relator do caso é o ministro Francisco Falcão.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – Cícero e a corrupção: este é um terreno minado em que a gestão não pode vacilar

Um dos maiores desafios que o prefeito eleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), terá ao longo dos seus primeiros quatro anos de gestão será precaver-se contra a corrupção. Primeiro…

João evita antecipar debate sobre 2022: “Foco é na gestão e no combate à Covid”

Em entrevista concedida nesta quinta-feira, o governador da Paraíba João Azevêdo evitou projetar ações políticas para 2022, quando haverá as próximas eleições, incluindo para o Govenro do Estado. Para João,…