Por pbagora.com.br

Segundo a denúncia da Procuradoria Geral de Justiça, o prefeito de Bananeiras Douglas Lucena cometeu 72 condutas ilícitas ao não repassar as contribuições previdenciárias dos servidores ao IBPEM (Instituto Bananeirense de Previdência).

A denuncia, assinada pelo 1º Subprocurador geral de justiça da Paraíba, Dr. Alcides Orlando, requer a condenação do sr. Douglas Lucena ao pagamento de indenização milionária referentes aos não repasses dos anos de 2013 até 2018, o que poderá totalizar mais de 7 milhões de reais.

A representação perante o ministério público foi realizada pelos vereadores Heraldo Azevedo e Gilson Rosario, no ano de 2016.

Confira denúncia na íntegra:

denúncia DL_20200306135630

Redação 

Notícias relacionadas

Eletricitários farão manifesto hoje em CG contra a privatização da Eletrobras

Os trabalhadores e trabalhadoras da Eletrobras – Chesf em Campina Grande, irão realizar nesta terça-feira (15), ato de protesto contra a privatização da empresa e pelo não cumprimento do ACT.…

Paraibano é o relator de comissão para investigar relatório falso sobre mortes pela Covid

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, instituiu uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), composta por auditores federais de controle externo, para apurar, no prazo…