Por pbagora.com.br

Segundo a denúncia da Procuradoria Geral de Justiça, o prefeito de Bananeiras Douglas Lucena cometeu 72 condutas ilícitas ao não repassar as contribuições previdenciárias dos servidores ao IBPEM (Instituto Bananeirense de Previdência).

A denuncia, assinada pelo 1º Subprocurador geral de justiça da Paraíba, Dr. Alcides Orlando, requer a condenação do sr. Douglas Lucena ao pagamento de indenização milionária referentes aos não repasses dos anos de 2013 até 2018, o que poderá totalizar mais de 7 milhões de reais.

A representação perante o ministério público foi realizada pelos vereadores Heraldo Azevedo e Gilson Rosario, no ano de 2016.

Confira denúncia na íntegra:

denúncia DL_20200306135630

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sala 10 Comunicação se consolida como referência no segmento de Marketing Político na PB

As eleições municipais desse ano na Paraíba fizeram não apenas políticos vitoriosos, mas também equipes que se empenharam e se dedicaram com trabalho, tecnologia e muita criatividade nos bastidores em…

Calendário de 2020: Cícero promete diálogo com as escolas particulares

O prefeito deleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), disse nesta terça-feira (1º), durante entrevista à TV Cabo Branco, que vai discutir com as escolas privadas um calendário para a…