Por pbagora.com.br

Os militantes e dirigentes do Partido Comunista do Brasil estão em clima de festa, vivendo uma verdadeira lua-de-mel política desde a tarde do sábado passado, quando o governador José Maranhão (PMDB) confirmou o nome de Cristiano Zenaide como novo secretário de Estado, por indicação do PCdoB. Ele vai ocupar a titularidade da secretaria de Esportes, Juventude & Lazer, anteriormente entregue ao coronel Francisco de Assis (presidente licenciado do COPM – Clube dos Oficiais da Polícia Militar).

Há mais de 30 anos

Cristiano é militante do PCdoB desde o início dos anos 80 do século passado. Foi dirigente estadual da legenda e sindicalista atuante, participando do movimento dos servidores técnico-administrativos da UFPB. Ele também foi dirigente nacional da Fasubra, a federação nacional dos servidores das universidades.

Ex-assessor de ministérios

Agora no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ele chegou a integrar a equipe administrativa do ministério da Educação e depois do ministério do Planejamento. Já de volta à Paraíba, Cristiano foi chefe de gabinete do ex-secretário de Planejamento e Gestão Governamental, economista Ademir Melo.

Atuação na área esportiva

Com isso, Agamenon Travassos Sarinho (presidente estadual do PCdoB, na foto acima, ao lado de Maranhão) acredita que o partido pode dar uma grande contribuição à administração estadual, tanto pela afinidade com o ministério dos Esportes, cujo titular Orlando Silva também é filiado ao PCdoB, como pela grande inserção do partido na juventude e seus movimentos organizados, a exemplo da UJS (União da Juventude Socialista).

Dois milheiros de militantes

A informação é de Wandecy Medeiros, secretário estadual de Comunicação do PCdoB. Segundo dados do site www.vermelho.org.br, na última Conferência Estadual da legenda, o partido mobilizou na base cerca de 2.150 militantes, distribuídos em 54 municípios paraibanos.

Câmara, Assembleia e Senado juntos

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, o presidente do Senado Federal, José Sarney (ambos do PMDB) e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Barros Munhoz (PSDB), vão inaugurar a transmissão do canal 61, com as programações simultâneas 24 horas da TV Câmara, TV Alesp e TV Senado na capital paulista. O evento ocorrerá na Assembleia, no próximo dia 29 de abril (quinta-feira), às 19h00.

Modelo para todo o Brasil

Depois de um ano e meio de operação com um transmissor de baixa potência, este importante passo será dado agora com a inauguração dos transmissores que somam 15 kW, o que permitirá que a TV Câmara, TV Alesp e TV Senado cheguem aos lares dos quase 20 milhões de habitantes da metrópole paulistana em sinal aberto, gratuito e com alta qualidade de som e imagem.

Barateando custos

A parceria busca baixar os custos da operação. A Câmara dos Deputados adquiriu os transmissores e a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo é a responsável pela oferta da torre onde estão instalados os transmissores, na Fundação Padre Anchieta, e pelo custeio dos serviços técnicos.

Na área metropolitana

Teoricamente, a multiprogramação permite a transmissão de até quatro programações simultâneas por um mesmo canal, em sinal aberto e gratuito. O próximo passo será a inclusão dos sinais das TV’s de Câmaras Municipais, nas cidades circunvizinhas da área metropolitana, onde os sinais dos transmissores estejam disponíveis.

Cooperativa de televisão

O modelo de operação que está sendo testado em São Paulo servirá de referência para a expansão da Rede Legislativa de TV Digital em todo o Brasil, através de uma proposta de autoria do deputado federal Inocêncio de Oliveira (PR-PE), já aprovada na Câmara dos Deputados e agora em análise no Senado Federal. Bem que esse modelo poderia ser também utilizado por aqui, isto, se a atual guerra político-partidária deixar.

Custos são milionários

Os valores para a aquisição dos transmissores agora inaugurados estavam orçados em R$ 8 milhões. No entanto, durante o processo licitatório, estes valores baixaram para R$ 3 milhões e meio.

Seis emissoras made-in-PB

Na Paraíba, temos as seguintes emissoras de caráter público (todas transmitidas por canais a cabo, com exceção da TV Miramar, mantida pela Fundação Virginius da Gama e Melo, sintonizada em VHF no canal 4, aberto e a TV Itararé de Campina Grande, mantida pela Fundação Pedro Américo, no canal 19, em UHF, também aberto): TV Cidade (da prefeitura de João Pessoa), TV Assembleia, TV Câmara (municipal) e TV Universitária (UFPB).

Botafoguenses em festa

Alguns ilustres torcedores do Botafogo do Rio de Janeiro fizeram uma festa danada pelas ruas da capital paraibana, no início da noite deste domingo, festejando a conquista do título de Campeão Carioca, em cima do Flamengo, após um jejum de 21 anos sem botar a mão em uma taça.

Listagem de celebridades

Na relação dos torcedores alvinegros famosos, em João Pessoa, podemos citar: Luciano Cartaxo (vice-governador), Ricardo Coutinho (ex-prefeito da Capital), Otto Marcelo (ex-adjunto da Secom estadual), Carlos Pereira de Carvalho (ex-secretário de Educação e também de Infra-estrutura do Estado), João Azevedo (titular da Seinfra da prefeitura municipal), Ronaldinho Cunha Lima (ex-assessor jurídico da Secom-PB), Chico César (presidente da Funjope), Marcondes Gadelha (deputado federal), Roberto Paulino (ex-governador) e Marconi Ferreira (jornalista da TV Arapuan).

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – A ideia de Ricardo Barbosa é muito boa e deveria ser adotada em território nacional

A ideia do deputado estadual Ricardo Barbosa, de impor restrições de direitos àqueles que não tomarem a vacina contra o coronavírus é ótima. Das melhores, dentre tantas outras que vieram…

Oito leis aprovadas: Wilson Filho foi um dos que mais trabalhou em 2020 pela saúde na pandemia

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) fez um balanço de suas ações em 2020 no combate à pandemia do novo coronavírus. O parlamentar foi um dos mais produtivos da Assembleia…