Muitos motoristas paraibanos reclamam de buracos nas ruas e avenidas das suas cidades e estradas, mas um levantamento do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran) apontou que dos 1.314.048 veículos ativos no Estado, 44%  deste total (578.181) circulam de forma irregular, no Estado e a acusa principal não é a idade dessa frota, mas sim o não pagamento Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

 

Segundo o código de trânsito se esses veículos forem flagrados em uma blitz, ficarão recolhidos para um dos pátios do órgão de trânsito. Enquanto caminhões e ônibus de grande porte, a exemplo do transporte escolar, são vistoriados regularmente pelos órgãos de trânsito municipais, no caso das cidades com trânsito municipalizado, ou pelo Detran-PB, por meio de ações com o Ministério Público da Paraíba (MPPB). Para os carros de pequeno porte não há pelos órgãos de transito essa periodicidade, pois é de responsabilidade dos motoristas as manutenções preventivas para que o carro e a moto tenham boas condições de tráfego.

 

Para o diretor de Operações do Detran-PB, Orlando Soares, os veículos de pequeno porte ou de passeio não passam por vistorias. “Eles só passam por uma vistoria hoje se o proprietário for transitar com um processo de transferência de propriedade ou de domicílio ou alteração que o dono queira fazer no veículo. Salvo isso, ele renova o carro sem problema”, destacou.

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de Cuitegi assina convênio para construção de campo de Futebol

Os atletas, crianças e jovens cuitegienses estão começando o ano com uma grande notícia. É que ontem (16), o prefeito Guilherminho esteve na sede da Caixa Econômica em João Pessoa,…

Presidente do PT/PB não vê novidade em citação nazista por secretário de Bolsonaro

Repercutindo a maior polêmica do dia, que culminou com a demissão do secretário especial de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, o presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo declarou…