Em entrevista a imprensa o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba ALPB, deputado Ricardo Barbosa (PSB), fez uma avaliação sobre as medidas adotadas pelo governador João Azevêdo (Cidadania) que segundo ele, contribuíram para que o estado venha sendo um dos de menor taxa de transmissibilidade do país do coronavírus.

“Tempestivas, acertadas e inadiáveis. Foi graças ao trabalho competente e ao esforço do governador e de sua equipe que a Paraíba registrou os menores índices de contaminação e de óbitos do país. PB está entre os estados de menor taxa de transmissibilidade”, disse o líder do governo na ALPB, ao apresentar ontem (01), um requerimento à Mesa Diretora do Legislativo em que sugere a prorrogação, por mais 15 dias, do decreto estadual nº 40.135, que estabelece medidas emergenciais de combate à pandemia.

O decreto do governador passou a viger no dia 22 de março e tem validade até o próximo dia 6. O próprio texto do decreto, ao afirmar que as medidas teriam prazo de 15 dias – como o fechamento do comércio, restaurantes e bares, por exemplo – registrava que esse período era “passível de prorrogação”.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

DEU NA VEJA: Investigações de corrupção contra RC avançam

A coluna Radar da publicação online da Revista Veja deste sábado, dia 30, traz a informação de que as investigações, no âmbito da Operação Calvário, contra o ex-governador da Paraíba,…

ALPB aprova mais de mil matérias em dois meses de trabalho remoto

Oferecer respostas rápidas e soluções para o enfrentamento do novo coronavírus na Paraíba, além de buscar estratégias de apoio a empresas e geração de empregos. Esse tem sido o maior…