Por pbagora.com.br

A polêmica envolvendo a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do empresário Diogo Cunha Lima, filho do senador Cunha Lima (PSDB), traz a lembrança do PB Agora outros episódios similares envolvendo autoridades paraibanas.

Em 2013, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) teve sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). À época, o tucano reconheceu que após tomar uma taça de vinho teve a péssima ideia de dirigir, sendo pego em seguida na blitz da Lei Seca. 

Pouco tempo depois, o deputado estadual Caio Roberto (PR) também foi flagrado dirigindo sob efeito do álcool. Assim como Tovar, Caio também fez o bafômetro e assumiu que havia ingerido três doses de uísque antes de dirigir. 

Nos dois episódios citados, os parlamentares não chegaram a ser detidos, mas foram autuados no artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, por dirigir sob a influência do álcool e tiveram suas carteiras de habilitação apreendidas, além de pagarem a salgada multa imposta pela legislação.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

João Azevêdo diz que relação com Ministério da Saúde não é uma deferência ao Governo

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), rechaçou qualquer tese de proximidade política com o governo Bolsonaro após o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Medeiros, ressaltar a importância do…

Secretário executivo de Saúde da PB recebe título de Cidadão Paraibano

O título de Cidadão Paraibano foi concedido ao médico Daniel Gomes Monteiro Beltrammi, secretário executivo de Estado da Saúde. A honraria foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado…