A vereadora Jacqueline (PRP) enfatizou na tribuna da Câmara Municipal de Cabedelo, ao longo desta semana, a necessidade de medidas urgentes para proteger a orla do município e evitar danos ocasionados pelo avanço do mar, a exemplo do que ocorreu recentemente, quando as águas atingiram vários estabelecimentos comerciais na Praia do Poço.

“É importante que a Prefeitura Municipal tome providências para evitar que problemas como esse aconteçam, colocando em risco a vida dos munícipes que ali vivem, transitam e trabalham, ou mesmo dos turistas que visitam as nossas praias” ressaltou a parlamentar.

Jacqueline mobilizou os vereadores Lúcio José (PRP), Belmiro Mamede (PRP), Márcio Bezerra (PP), Artur Cunha Lima Filho (PRTB) e demais parlamentares cabedelenses, que se reuniram para discutir como o Legislativo Municipal pode contribuir com a solução dessa problemática. Na ocasião, o vereador Júnior Datelle (PMDB) propôs uma Sessão Especial, que prontamente foi agilizada pelo presidente da Câmara, Lucas Santino (PHS). A Sessão será realizada nessa segunda-feira (16), às 20h00, na Câmara Municipal de Cabedelo.

Durante a Sessão, representantes do Executivo Municipal irão debater sobre possíveis medidas a serem adotadas para proteção do litoral cabedelense, bem como apresentar as ações já existentes, a exemplo do Projeto Orla.

“Todos os parlamentares estão empenhados para, juntos, chegarmos às soluções necessárias”, finalizou a vereadora Jacqueline.



Redação com Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais um deputado volta a criticar o excesso de títulos e honrarias na ALPB

Apesar de ser um dos direitos constitucionais de cada parlamentar estadual integrante da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o elevado número de concessões de títulos e honrarias, vem preocupando os…

Em nota, PSL denuncia que vereadores de Santa Rita estariam ameaçando jornalistas

O diretório do PSL de Santa Rita denunciou em nota emitida nesta segunda-feira (18) que vereadores de Santa Rita estariam ameaçando jornalistas de morte. 11 parlamentares do município são investigados…