Com o recente episódio do corte de energia da sede da Cagepa, o deputado Anibal Marcolino (PEN) usou a tribuna da Casa de Epitácio Pessoa para destilar comentários sobre a gestão de Ricardo Coutinho (PSB).

As críticas feitas pelo deputado Aníbal na ALPB não foram amenas, e a administração de Ricardo foi alvo ferrenho. “Mostra que esse governo brinca em administrar o Estado. Como é que não paga a energia (da Cagepa), deixa cortar e os funcionários ficaram do lado de fora porque ninguém suportava ficar sem o ar-condicionado?”, instigou o deputado.

Os aumentos na conta de água também foram citados no discurso do parlamentar. “Fez dois aumentos acima da inflação, passando a mão no bolso do cidadão que muitas vezes não tem dinheiro se quer para comprar o pão de cada dia. Ele deveria sim cortar desses hotéis, dessas indústrias, dos postos de combustíveis, das prefeituras que devem a Cagepa. Mas não, acham melhor aumentar o preço cobrado do cidadão”, frisou Aníbal.

Outro ponto de críticas citado pelo deputado foi a situação emergencial dos municípios atingidos pela seca no Estado. “Taí a ‘caravana da seca’ que a assembleia vai participar. O governo deveria estar perfurando poços para poder suprir a necessidade, deveria fazer a prevenção porque em determinadas cidades quando chove, tem os mananciais cheios, mas não tem o suporte necessário para levar essa água”, afirmou.

O parlamentar chamou a atenção para os problemas que ele acredita fazerem parte da administração do Estado e por fim concluiu: “infelizmente esse governo não faz nada, a verdade é essa”.

 

Patricia Silva


PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado explica motivos de críticas e nega afastamento político do prefeito Romero Rodrigues

Após formular críticas a gestão municipal por meio das redes sociais, o deputado federal Julian Lemos (PSL) afirmou que continua apoiando a administração do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues…

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa,…