A Paraíba o tempo todo  |

Paraibano é o relator de comissão para investigar relatório falso sobre mortes pela Covid

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, instituiu uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), composta por auditores federais de controle externo, para apurar, no prazo de 60 dias, possíveis irregularidades cometidas pelo auditor Alexandre Figueiredo Costa e Silva Marques. O relator da comissão será o ministro do TCU, o paraibano Vital do Rêgo.

Em entrevista ontem a GloboNews, Vital do Rêgo disse que a imagem do tribunal foi arranhada e que o servidor Alexandre Figueiredo, autor do relatório, foi afastado e será ouvido pela CPI da Covid. Veja a entrevista:

Ele (Alexandre Figueiredo) foi apontado como autor de um “estudo paralelo”, no qual sustenta que metade das mortes creditadas à covid-19 não ocorreu por causa da doença. O estudo foi citado pelo presidente Jair Bolsonaro, no último dia 7, como sendo do TCU. “Ali, o relatório final não é conclusivo, mas disse que em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid, segundo o Tribunal de Contas da União”, disse o presidente.

O TCU logo o desmentiu. “O TCU esclarece que não há informações em relatórios do Tribunal que apontem que ‘em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid’, conforme afirmação do presidente Jair Bolsonaro”, ressaltou. Depois, apurou-se a existência do “estudo paralelo”.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe