A Paraíba o tempo todo  |

“Para mim, partido é um mal necessário”, dispara Sérgio Queiroz que está em tratativas com PSDB, PTB e Patriota

O pastor Sérgio Queiroz, que anda em tratativas com partidos – entre os quais PSDB, PTB e Patriota – para tentar viabilizar sua candidatura ao Senado, preferia disputar a eleição de maneira avulsa, sem a interferência de legendas partidárias – “Para mim, partido é um mal necessário”, avalia. Porém, a legislação eleitoral brasileira proíbe a candidatura avulsa, mesmo que o postulante esteja filiado a um partido político. E até isso ainda falta para o pastor

Após o bate-boca de ontem (16), com o pré-candidato ao Senado Bruno Roberto (PL), que é filho do deputado federal Wellington Roberto o pastor Sérgio Queiroz, voltou a disparar desta vez contra o sistema eleitoral vigente, destacando que preferia se lançar avulso, pois considera que os partidos são um mal a sociedade.

“Para mim, partido é um mal necessário”, disse o pastor Sérgio Queiroz à imprensa, ao comentar que a legislação eleitoral brasileira proíbe a candidatura avulsa, mesmo que o postulante esteja filiado a um partido político, vale destacar que o pastor ainda nem está filiado a uma sigla. Ele já teria recebido convites do PSDB, PTB e Patriota.

Ontem, o filho do deputado Wellington Roberto disse que Sérgio teria legitimidade para disputar a vaga, mas não pelo PL porque o partido já tem candidato e criticou o posicionamento do pastor ao sustentar que sua candidatura já representa a militância bolsonarista na Paraíba. Além disso, ele disse ter apoio de Bolsonaro e mandou recado a Sérgio Queiroz: “quem convulsionar a harmonia não será bem recebido pelos bolsonaristas”, disse.

Em resposta ao desaforo, Sergio Queiroz refletiu em seu Instagram: “quando temos uma missão de vida, nada nos para, só Deus. Jesus foi um “intruso” dentro do sistema. Ele trouxe convulsão pois trazia consigo uma mensagem indigesta. Quem é cristão e não produz certos transtornos na “polis” precisa reavaliar a vida”, disse o pastor.

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      4
      Compartilhe