Por pbagora.com.br

A reclamação contra os tucanos feita nos bastidores ainda durante a votação foi externada pelo deputado Laerte Bessa (PR-DF). “Tenham hombridade e devolvam os cargos”, disse o parlamentar. Deputados integrantes da base que se mantiveram fiéis ao presidente Michel Temer vão cobrar punição a partidos e parlamentares aliados que não seguiram a ordem do peemedebista e votaram favoravelmente à aceitação da denúncia por corrupção passiva oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra ele é o que defende o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). 

Para o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), o momento é de “serenidade”, mas defendeu que é preciso fazer uma avaliação criteriosa sobre o resultado da votação. “O momento é de avaliar o resultado com muito critério e respeito aos parlamentares que deram demonstração de lealdade ao presidente”, afirmou o deputado, cujo partido não fechou questão e também deu votos contrários a Temer. 

A principal reclamação virá de deputados do Centrão, grupo do qual PP, PR, PSD e PTB fazem parte e de quem Temer saiu ainda mais dependente após a votação de ontem. A artilharia mais pesada será contra o PSDB, legenda que tem quatro ministérios, mas cuja maioria dos deputados votou nesta quarta-feira (2/8), pela aceitação da denúncia contra o presidente. Os fiéis vão cobrar que Temer retire dos tucanos o comando do Ministério das Cidades, hoje nas mãos do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE). A pasta é cobiçada principalmente pelas bancadas do PSD e do PMDB, partido de Temer, em razão da sua capilaridade política. 

A avaliação de parlamentares do Centrão é de que os tucanos não podem comandar tantos ministérios importantes ao mesmo tempo em que fazem ameaças de desembarque e duras críticas a Temer desde que a delação da JBS atingiu o presidente. A reclamação contra os tucanos feita nos bastidores ainda durante a votação foi externada pelo deputado Laerte Bessa (PR-DF). “Tenham hombridade e devolvam os cargos”, disse o parlamentar.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nove deputados, sendo oito estaduais e um federal têm ou já tiveram a Covid-19

Pelo menos nove parlamentares paraibanos já entraram ou estão na lista dos políticos infectados pelo coronavírus. Destes, oito são deputados estaduais e apenas um é deputado federal. Na Câmara Federal,…

Nilvan: Banco da Retomada disponibilizará até R$ 15 mil para microempreendedor

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira disse que através do Banco da Retomada vai disponibilizar até R$ 15 mil para microempreendedor que pretenda abrir ou ampliar o…