Pai de André Amaral revela convite a Vené para se filiar ao PROS e avisa que não vai obrigar filho a ingressar na sigla

 

O pai do deputado federal André Amaral (PMDB), que tem o mesmo nome do filho, e que assumiu essa semana o comando do PROS na Paraíba, revelou, nesta sexta-feira (01), que já fez o convite ao deputado federal Veneziano Vital, do PMDB, para se filiar à sigla, mas adiantou que não irá obrigar o filho a fazer o mesmo.

Amaral ressaltou que é egresso do PMDB e tem suas raízes na sigla de Ulysses Guimarães. Ele lembrou que assim como ele e o filho, há outras famílias na política da Paraíba que também não integram o mesmo partido, e que, por isso, não considera antiética essa dicotomia partidária.

“Veja só, eu aqui não preciso dizer nomes, mas há vários casos na política paraibana e a dinâmica da política é assim, o marido pensa de um jeito, a esposa de outro, então por que não? Nós estamos em um Brasil de tempo real, da otimização, por que não ingressar em uma nova trajetória. Eu quero lembrar que sou do PMDB de Ulysses Guimarães, aprendemos tudo com ele, deixamos o legado e trazemos no bojo a experiência do nosso grande líder José Maranhão. Toda essa experiência nós vamos levá-la para o PROS, para otimizar o partido e fazê-lo ainda maior colaborando com a Paraíba. A ética é uma colocação importante, a nós não nos preocupa porque sempre prezamos pelo melhor, pela seriedade e pelo bom e dentro da ética temos a liberdade de pensamentos e desejos. O que é antiético é impor um pai a um filho que ele viesse a compor com o mesmo partido. É claro que as portas do PROS estão abertas para ele. Ontem tive com Veneziano e dizendo a ele que o partido está aberto para recepcioná-lo”, asseverou.

Já sobre a permanência dos dois deputados da sigla, Trócolli e Lindolfo, Amaral destacou que o partido está aberto para os dois permanecerem e buscarem a reeleição pela legenda.



PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian não assinou lista que alçava filho de Bolsonaro à liderança do PSL

Os áudios polêmicos do deputado federal Julian Lemos e de Jair Bolsonaro, amplamente divulgados na imprensa, além da informação de que o presidente teria uam ‘lista negra’ de traidores e…

MPF pede quebra de sigilo bancário de ex-prefeito no âmbito da Operação Andaime

No âmbito da Operação Andaime, deflagrada em 2015, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-prefeito de Santa Cruz (PB), Raimundo Antunes. De…