A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Birigui, classificada para atuar na Paraíba como Organização Social responsável pelo gerenciamento e oferta de ações e serviços de Saúde no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa está entre as citadas em uma investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa de São Paulo, realizada no ano passado.

Em 2018, CPI apurou irregularidades nos contratos de gestão do governo de São Paulo e de prefeituras paulista com essa organização e apontou, entre os principais problemas, a falta de clareza quanto às metas a serem cumpridas pelas OSS, a subcontratação de empresas para prestar serviços às organizações – chamada quarteirização –, muitas vezes com contratos ainda mais vagos, além da contratação como pessoa jurídica de servidores da própria Secretaria de Estado da Saúde.

Na edição do Diário Oficial da Paraíba, do dia 02 de dezembro, o Governo publicou um chamamento público que informou sobre a desclassificação do Instituto Saúde e Cidadania – ISAC e do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas IBRAPP, por não alcançarem a nota mínima, e a classificação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Birigui, primeira colocada no julgamento para seleção.

A partir de agora as outras empresas têm um prazo para recorrer do resultado caso queiram. De acordo com o portal escavador.com, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Birigui já foi citada em centenas de processos nas mais variadas acusações.

PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPPB denuncia prefeitos ao TJPB por peculato e irregularidades em licitações

TJPB recebe, por unanimidade, denúncias do MPPB contra prefeitos de Taperoá e Matinhas O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) recebeu, por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (4/12),…

João Azevedo classifica como “ato raivoso” nota de RC

Em mais um capítulo do imbróglio do PSB da Paraíba, o governador João Azevedo classificou como mais “um ao raivoso” a nota com a imprensa do ex governador Ricardo Coutinho.…