O deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas) não aceitou o texto da Reforma da Previdência Estadual da forma que foi enviado para a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e defendeu, nesta quinta-feira (12), que da mesma forma que foram realizadas concessões para os militares, seja extensivo também para outras categorias, a exemplo da Polícia Civil, do Sistema Previdenciário e dos professores. Ele ressaltou que o Governo não pode mexer no texto geral, mas as normas específicas cabem a cada parlamento legislar sobre elas.

“O Governo Bolsonaro legislou sobre normal geral. A gente não pode aqui reduzir alíquota, mas normas específicas a gente pode alterar. A gente pode aqui incluir Polícia Civil, Sistema Penitenciário de conformidade com o que a PM ganhou, a Educação, então tem que haver o debate. Eu não sou dono da razão e nem conheço a matéria por completo. O que a gente quer é debater, é escutar as pessoas que irão ser prejudicadas. O debate vai haver, vamos conversar com as lideranças para se discutir uma audiência pública. A Assembleia torou a corda com a população, mas ainda bem que a população acordou”, destacou.

Sobre a possibilidade de uma audiência pública ainda nesta quinta-feira, Virgulino descartou devido a exacerbação dos ânimos das categorias, mas enfatizou a necessidade do debate amanhã, ou na próxima semana, para que os servidores não sejam penalizados, sem reajuste e agora com um decréscimo em sua remuneração.

“Graças a Deus o povo acordou, o servidor público acordou. Essa Assembleia por muito tempo fez injustiças contra o servidor, mas agora as redes sociais proporcionam com que o povo saiba que deputado está do lado do povo e qual não está. Hoje a máscara caiu e a gente está podendo ver a sociedade dentro da Casa dela reivindicando seus direitos”, emendou.

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do Podemos assume liderança da bancada de oposição na CMCG

A bancada de oposição na Câmara Municipal de Campina Grande tem um novo líder. O presidente do Podemos, vereador Galego do Leite que volta a comandar a bancada oposicionista na…

Moradores denunciam atraso em obra na falésia do Cabo Branco

Em depoimentos a imprensa radiofônica da capital na última sexta-feira (24), moradores da abrangência da falésia do Cabo Branco, reclamaram da lentidão nas obras de contenção marinha da falésia. As…