Integrante da base oposicionista em Campina Grande, o vereador Galego do Leite (Podemos) cobrou afastamento de colega parlamentar Renan Maracajá (PSDC) preso em Campina Grande na operação “Famintos” que investiga desvio de verbas de merenda escolar.

Galego do leite pediu para Renan  tirar uma licença de 120 dias sem remuneração da Câmara Municipal ou renuncie ao mandato, devido ao suposto envolvimento deste em um esquema de fraude em licitações para merenda escolar no município.
Em entrevista à Rádio Campina FM, Galego do Leite disse que a Casa de Félix Araújo precisa, urgentemente, instalar uma comissão de ética.

– A Casa precisa tomar as providências para encaminhar à assessoria jurídica e pedir a licença do vereador, por 120 dias sem remuneração, ou pedir a renúncia do mandato para preparar sua defesa. Cobramos isso porque a população está pedindo também. Acredito que, se o cidadão-empresário cometeu alguma ilicitude querendo, ou não, afeta o cidadão-vereador e não dá para desmembrar o vereador do empresário. Ele tem que responder como empresário e perante a população como vereador de Campina Grande – disse Galego (foto).

Renan foi preso na segunda fase da Operação Famintos e tirou uma licença de 15 dias da CMCG. A licença, concedida e pode ser prorrogada, não sendo necessário acionar suplente de vereador.

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), já afirmou que a Casa não vai tomar nenhuma medida precipitada em relação ao vereador Renan Maracaá.

Ela destacou que caso a Justiça decida por afastar Renan, um substituto será convocado, mas frisou que acredita que o vereador vai conseguir provar que é inocente. Enfática, disse que só irá se manifestar após posicionamento da Justiça.

– A Câmara não vai tomar nenhuma atitude sem ser notificada antes. A Câmara não vai ultrapassar os limites da sua lei. Conheço Renan de perto, ele é um jovem trabalhador e acredito que ele irá conseguir mostrar na Justiça que é inocente. Não vamos tomar nenhuma atitude precipitada – disse.

SL
PB Agora

Total
3
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Fico com os dois”, diz Jeová Campos ao driblar preferências sobre crise no PSB

A crise interna do PSB paraibano vem dividindo os filiados por todo o estado. Muitos já se posicionaram favoráveis ao governador João Azevêdo (PSB) e outros ao ex-governador Ricardo Coutinho…

Júnior Araújo avalia como oportunismo o anúncio de apoio a João Azevêdo feito por Dra. Paula

O deputado estadual Júnior Araújo (PSB) avaliou como sendo oportunista o apoio anunciado pela também deputada estadual Dra. Paula ao governador João Azevêdo (PSB). De acordo com Araújo, tanto a…