Diferentemente do que ocorreu em 2016, quando a oposição lançou três candidaturas à prefeitura de Campina Grande, em 2020 a história será outra. Dessa vez o bloco tem se reunido com antecedência para lançar uma candidatura única que represente o contraponto a atual gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD). Pelo menos é isso que prevê o deputado estadual Inácio Falcão, do PCdoB, que já se colocou à disposição do grupo para encabeçar a chapa majoritária.

Segundo ele, atualmente o grupo está unido no propósito de evitar divisões já no primeiro tuno do pleito.

– Temos um ponto muito positivo para 2020, que é a questão da união das oposições. Temos nos reunido bastante, temos discutido projetos que são interessantes para 2020. Esse projeto que estamos trabalhando e construindo junto com todos os membros, que faz a oposição à gestão municipal de Campina Grande, têm um único entendimento: que será um candidato só – disse.

Em 2016, além do candidato do PSB à época, Adriano Galdino, a oposição lançou o nome do hoje senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) e do empresário Arthur Bolinha, pelo PPS.

 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Faz parte do processo democrático”, diz coordenador do Gaeco sobre liberdade de RC

O promotor Octávio Paulo Neto, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Paraíba, comentou a recente decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que…

Efraim Filho não prevê debandada de lideranças do DEM para o Cidadania

“Eu acredito que o Democratas já deu essa largada na pole position, se antecipou aos demais partidos e se mostrou mais organizado rumo às eleições municipais, de onde pretendemos sair…