Esta coluna tem um tom estritamente paroquial: um agradecimento do colunista – que imagina também estar falando em nome dos seus conterrâneos de Serraria – ao governador João Azevêdo que, no último fim de semana, fez inauguração no Brejo, assinou ordem de serviço para a pavimentação asfáltica da estrada que liga as cidades Serraria e Pilões.

Quando à Serraria, particularmente, João Azevêdo foi ainda mais generoso: além de meter a caneta na ordem de serviço para asfaltar Serraria a Pilões, em seu discurso assumiu o compromisso público de também pavimentar a estrada que liga Serraria à cidade de Solânea. Em suma: João Azevêdo vai fechar o firo interligando a querida cidade de Serraria a duas outras, com estrada de boa qualidade, todas pavimentadas com asfalto.

Anel do Brejo

O Anel do Brejo foi uma das obras mais relevantes e importantes para o desenvolvimento do turismo e da economia da Região do Brejo. Uma iniciativa do então governador João Agripino, que foi muito bem votado também em Serraria, com o apoio de Pedro Gondim e Antônio Carvalho. Só que, infelizmente, pelas posições geográficas, os municípios de Serraria, Borborema e Pilões foram seriamente prejudicados, ficando isolados. A grande demanda de trânsito tomou outro rumo. Serraria praticamente ficou fora do mapa rodoviário. Mas o Anel do Brejo foi fundamental para a Região, não há dúvidas disso.
Só que, desta vez, o governador João Azevêdo está corrigindo esta distorção, e voltando a por Serraria, Pilões e Borborema no pequeno anel do brejo.

Tião

O deputado estadual, Tião Gomes, majoritário eleitoral em Serraria, aponta dois aspectos importantes para aquela estrada: primeiro, fechar a rota do Circuito Turístico e Religioso do Brejo. “As estradas que ligam Serraria a Solânea ou a Arara (que tal as duas, governador?) ela fecha o nosso anel brejeiro, interligando todos os nossos municípios. Ganhamos muito, especialmente Serraria, que é uma cidade belíssima, rica em história, em recursos naturais, em atrações para o turismo natural, mas que não está numa rota de passagem. Só vai lá quem tem negócio e volta pelo menos caminho por falta de estradas transitáveis”, afirmou.

Na avaliação do deputado, estas estradas não significam benefícios apenas para Serraria, mas para todo o Brejo e parte do Curimataú. Facilita o acesso a Santa Fé, do Padre Ibiapina, e também as belezas nossas do Brejo que serão mostradas com mais visão.

O deputado Tião Gomes comemorou que o crescimento de Serraria terá um grande impulso com estas estradas, “porque nossa cidade, Serraria, é muito bonita e tem também a parte de escoamento de produção, dela e de outra cidade”.
O governador também prometeu asfaltar a estrada que liga Areia a Alagoa Nova, para alegria e satisfação do povo da região e do nosso colega jornalista Petrônio Souto, que tem raízes ali e sempre reivindicou este benefício.

Prefeito

Eleitoralmente, o projeto das estradas beneficiando Serraria põe todos os segmentos da sociedade local, desde a situação à oposição, numa sintonia de empatia com o governo atual. Afinal, esta é uma das aspirações maiores da nossa terra, pelo que se gritou anos e anos a fio, e só recebíamos promessas.

A propósito, o prefeito de Serraria, Petrônio Freitas, observou que este será um dos maiores benefícios que qualquer governador da Paraíba terá destinado ao seu município, em toda a sua história. Encerra, segundo ele, uma batalha quase inglória dos serrarienses por este processo de interligação da cidade com outras vizinhas.
Segundo Petrônio, desde a ida do governador ao Brejo, para anunciar os benefícios, Serraria virou uma festa de comemorações. “Este projeto, já em andamento, ligando com malha asfáltica Serraria a Pilões, é muito importante. Vivemos uma situação em que a pessoa só vai a Serraria se tiver algo a fazer lá, e volta pelo mesmo caminho. Agora, com essa promessa do governador João Azevêdo, de asfaltar o trecho Serraria a Arara ou a Solânea, fecha o firo: tira Serraria, definitivamente, do isolamento”.
Para ele, tanto a estrada Serraria-Arara quanto a Serraria-Solanea, são importantes para tirar o município do isolamento. “Qualquer uma das duas que ele fizer ta bem”, disse Petrônio Freitas.

Arremate

O colunista aqui acha que o firo se fecha mesmo se João Azevêdo pavimentar com asfalto as cidades de Serraria-Arara-Solânea. Vamos apostar nesta ideia, quem sabe o governador não se sensibilize.

 

Wellington Farias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PSD/CG ainda paquera com prorrogação de mandato

Titular de mandato, o vereador João Dantas, que também é o atual presidente do PSD em Campina Grande, não esconde o desejo de ver o adiamento das eleições desse ano…

Eva Gouveia deixa secretária municipal, para concorrer à CMCG

Buscando atender à legislação eleitoral, já que pretende disputar uma vaga na Câmara Municipal de Campina Grande, a secretária de Assistência Social, Eva Gouveia, pediu demissão do cargo neste sábado,…