O filósofo grego Aristóteles era um homem além do seu tempo. Foi aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande. Nas suas obras, assuntos como: a física, a metafísica, a música, a lógica, a retórica, o governo, a ética, a biologia e a economia o põe como um dos mais importantes pensadores da sociedade moderna.

E vem dele a lógica perfeita que o caráter de alguém é o resultado da sua conduta na malha social. E seguindo essa informação o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Raoni Mendes, preenche tal requisito. E digo isso de forma tranquila e honesta, justamente por seu comportamento enquanto cidadão e homem público.

Foge Mendes do “padrão” político tradicional que privilegia familiares, grupos oligárquicos e até o séquito de pessoas que costumam cortejar quem assume cargos importantes, em especial os eletivos, a fim de serem beneficiados, de alguma forma, em uma eventual gestão ligada ao poder público.

A boa surpresa que identifico em Raoni Mendes, Cristão Católico praticante e ligado aos movimentos sociais e sacros implementados pela Igreja Católica; reside na sua franqueza, preparo para assumir a Prefeitura Municipal de João Pessoa e ser ele o primeiro a colocar, de forma efetiva, sua postulação para o cidadão que reside na Capital avaliar.

Muito ligado às plataformas digitais, vem aproveitando esses canais para expor suas ideias, livrando-se do “imperativo”. Ao contrário, busca sugestões do povo e para o povo objetivando construir um modelo de gestão para a cidade de João Pessoa que não fique no “Mundo das Ideias”.

Disse Mendes ao colega e amigo Wellington Farias em entrevista para a sua coluna, ancorada com firmeza e coragem no portal PBAgora. “Posso oferecer à cidade mais que um plano de governo, e sim um plano exequível, com metas ousadas e possíveis”.

E nessa mesma entrevista Raoni Mendes, ex-vereador da Capital e ex-deputado estadual foi o primeiro pré-candidato a analisar o governo Bolsonaro, do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e do governador João Azevedo, numa clara disposição de ampliar o debate político e de como pensa o ex-parlamentar em relação aos gestores citados.

*O que pensa Mendes sobre Jair Bolsonaro e seu governo*

Para ele, Bolsonaro acerta com a retomada do crescimento econômico. Na sua concepção está reduzindo a taxa de juros de forma gradual, o que aquece as vendas, melhora o poder de compra da população e atrai investimentos vitais para o crescimento do país.

Favorável à Operação Lava Jato, Mendes tem admiração pelo ministro Sérgio Moro e a equipe técnica das diversas pastas do Governo Federal. Sua ótica é simples: para ele, Jair Bolsonaro não utiliza o fisiologismo como moeda de troca, especialmente entre o Poder Executivo e Legislativo.

*Sobre Cartaxo*

Raoni Mendes observa que João Pessoa em nada avançou na gestão de Luciano Cartaxo, explicando que o chefe do Executivo pessoense “maquia” obras estruturantes utilizando a retórica como sua principal aliada.

Para o ex-parlamentar, Cartaxo nada mais faz que utilizar a máquina pública em favor de projetos pessoais e propaganda a serviço de meias verdades. Ainda aponta Mendes os sucessivos escândalos de corrupção na atual gestão.

E nessa crítica forte ao prefeito Luciano Cartaxo Raoni Mendes observa a crise na saúde, problemas de trânsito e mobilidade urbana e promessas de campanha não cumpridas; a exemplo da implantação do Hospital da Mulher, BRT e Barreira do Cabo Branco. Para ele, ao retirar o marketing institucional, pouca coisa foi realizada na atual gestão.

*Sobre João Azevêdo*

Raoni Mendes se mostra comedido ao falar sobre o governador João Azevêdo, e aqui observo sua prudência. Diz ele ser cedo para formar uma opinião abalizada sobre o chefe do Executivo estadual e sua gestão, uma vez que ela está apenas sendo iniciada.

Eliabe Castor
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Eu fico do lado dos especialistas”, diz secretário de saúde de JP ao ser contra reabertura do comércio

Ao ser indagado se apoia a decisão da reabertura do comércio, posição essa defendida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro que é contrario ao isolamento social devido a pandemia do…

Líderes da situação e oposição na ALPB falam sobre a importância da união das forças contra o Covid-19

Neste momento, de pandemia coronavírus (Covid-19), esta doença provocou pelo menos um fator positivo na politica, que é a união de forças contra a doença. Um exemplo disso, foi a…