A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Na Paraíba, donos de partidos não permitem o surgimento de novas lideranças

Os partidos no Brasil se transformaram em patrimônios de alguns, de famílias e de velhas raposas políticas. Na Paraíba, nem se fala… Aqui, quase todas as legendas pertencem a alguém. 

Os donos de partidos quase sempre são lideranças bastante calejadas, carimbadas, com história na política local. Por isso mesmo se arvoram donas dos partidos; gente que quer se perpetuar – alguns se perpetuam mesmo – não permitindo que outros ascendam na ocupação de espaços, ou na escala de importância dentro da legenda.

As velhas raposas – ou seus filhotes já bastante maduros – são os que mandam e desmandam nos partidos. Não querem soltar o osso, nem mesmo admitem sombras. Quando alguém começa a despontar com carisma e potencial para se tornar uma nova liderança, os donos das legendas cuidam logo de neutralizá-los, reduzi-los a “insignificância”. Cortam-lhe as asas, negam-lhe legendas para eventuais candidaturas e os sufocam dentro do próprio partido.

Como se não bastasse os 21 anos de ditadura militar no Brasil, que também inibiu o surgimento de novos líderes, além de haver caçado vários dos que se consolidavam como expoentes no campo da política, as velhas raposas, geralmente presidentes dessas agremiações, nem de longe permitem que jovens despontem como liderança.

A não ser que seja da família, é claro, de preferência esposas, filhos, sobrinhos. E daí não passa porque parentesco em grau distante também não merece tantaconfiança, não é mesmo?..

Quem?

E é nisso que dá: escassez de lideranças. Quem são os novos líderes políticos da Paraíba? Porque as velhas raposas sempre voltam aos mandatos e a mandar na política local? Porque não surgem novas lideranças, com honrosas exceções e, mesmo estas, sendo herdeiros do espólio político de alguém?

Vejamos agora: quais seriam os nomes de novas lideranças com condições de disputar as vagas de governador e senador, nas eleições de 2022, na Paraíba? Fora das oligarquias, quais seriam os novos nomes com potencial para disputar os mais relevantes cargos?

PT pobre

E o Partido dos Trabalhadores na Paraíba? Outra grande legenda, paupérrima em termos de renovação de lideranças. Embora não seja propriedade de ninguém.

O PT não tem novos líderes. Até hoje vive se valendo do nome do ex-deputado Luiz Couto, que já não tem muitas condições de saúde para, por exemplo, disputar uma majoritária; percorrer todo o Estado cabalando votos.

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe