Nos bares, restaurantes, cafezinhos e feiras livres de Campina Grande, o que mais se diz hoje, sobre o governador João Azevêdo, é: “Essa alma quer reza…”

Por “essa alma quer reza” entenda-se o seguinte: João tem planos administrativo, político e eleitorais para a Serra da Borborema, o segundo maior reduto eleitoral do Estado e um polo industrial, tecnológico e econômico de grande valor.

Os comentários sobre as pretensões do governador na Serra da Borborema começaram depois que o Governo do Estado passou a dar mais atenção à segunda maior cidade do Estado. Para ser mais preciso, desde maio quando Azevêdo ali esteve uma manhã inteira reunido com a base aliada, numa clara demonstração de que Campina terá, da parte de sua gestão, um tratamento à altura de sua importância no cenário político e econômico da Paraíba.

O Governo João Azevedo indisfarçavelmente tem focado parte de suas ações na cidade de Campina Grade. Agora mesmo, esteve em Brasília com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, ocasião em que deixou amarrada para o dia 17 a assinatura um termo que permitirá ao seu governo do iniciar o projeto de implantação de Veículo Leve sobre Trilhos em Campina Grande.

João não para por aí, e garante que o Governo do Estado construirá um cetro de convenções a cidade de Campina Grade. E não será um “centrozinho qualquer”, segundo um parlamentar da base aliada com forte atuação na Serra da Borborema. “Será um baita centro de convenções, à altura da grandeza, da história e da importância política e econômica de Capina”, garante o aliado do governo com notório entusiasmo.

Política

Os campinenses que dizem que “essa alma quer reza” estão mais que certo. Azevedo não está investindo em Campina à toa. Ele busca, também, o reconhecimento dos campinenses sobre a sua gestão e, por que não, uma recompensa eleitoral em 2002…

João Azevedo, é bom lembrar, já em maio deste ano declarou para a imprensa que o seu partido terá candidatura à sucessão do prefeito de Campina Grade: “Em 2020 vamos ter, sim, candidatos em diversas cidades. Em Campina teremos uma candidatura que vai disputar e vencer. Vencer a incompetência e a inoperância”, afirmou à época o governador João Azevêdo.

 

Wellington Farias

Total
3
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Áudio vazado põe em xeque declarações de Jackson Macêdo sobre apoio irrestrito ao governo Azevêdo

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, já havia declarado o seu posicionamento com relação a crise instalada no PSB do estado. Aliado do projeto, Jackson disse que continuava…

Opinião: João Azevêdo mostra que o “nós” é mais forte que o “eu” na condução da Paraíba

O que se espera de alguém que conduz uma sala de aula de forma exitosa, um técnico de futebol que mostra ao seu time os caminhos para a vitória, ou…