A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: JBS… Hackers = Sequestro

Estamos assistindo todos os dias empresas poderosas em todo o mundo sendo invadidas em seus sistemas eletrônicos e sendo obrigadas a fazer concessões a seus invasores (ladrões cibernéticos), entregando-lhes milhões de dólares para não ter seus sistemas de computadores destruídos e suas informações reveladas ao mundo. Essa é a nova modalidade de sequestros relâmpagos, usando a velocidade da moderna tecnologia que se dá diariamente em todo o mundo. Se sobressai nas notícias as invasões que acontecem em Estados Unidos e outras potências por possuírem cadeias modernas e sofisticadas na área tecnológica, onde se supõe que isso não deveria acontecer.

Na verdade, essas invasões estão se tornando pratos do dia em sistemas sofisticados usados pelos 202 países do nosso planeta, de uma forma ou de outra. Dizem que esses ataques vêm de grupos que estão em Rússia ou de países que formavam a antiga União Soviética. Quem sabe ao certo? Só Deus. Na verdade, eles estão em várias partes do mundo, até mesmo em América Latina. No passado mês de maio, uma banda desses piratas cibernéticos invadiu o sistema informático e fechou a operação da Colonial Pipeline, a maior empresa de gasoduto dos Estados Unidos, levando a população da Flórida e Geórgia e de outros estados e cidades de USA ao desespero.

Um princípio de caos, pelo anúncio de falta de gás e gasolina para o viver diário, daquelas populações se deu início. Ainda bem que não se alastrou por todo a nação. Agora foi a vez da toda poderosa brasileira JBS, em sua sede internacional nos EUA. A JBS é o segundo produtor de carne bovina, de porco e frango dos Estados Unidos, sendo uma das maiores do mundo, onde já inclui outros elementos de produção em suas fábricas. Nasceu em Anápolis, Goiás. É hoje, uma gigante mundial. Seu sistema de processamento informático foi invadido por hackers desde Rússia, assim afirmam fontes de investigações preliminares. O grupo invasor pediu milhões de dólares para desbloquear o sistema e com certeza foi atendido. As demais companhias em todo o mundo andam através dos seus CEO’s sem dormir, ou estão sendo atacadas nesse momento, ou poderá se dar esse ataque a qualquer instante. Muitas delas nem informam a fontes exteriores quando são atacadas e preferem fazer acordo com os invasores na surdina para que o prejuízo seja menor, sem a exposição do escândalo ao mundo.

Talvez você me pergunte: “o que tenho eu como peixe pequeno nesse assunto?” na verdade, você deveria ter motivos para se preocupar. Hoje, foi a JBS e outros peixes grandes que foram hackeados, amanhã, você de pequena empresa poderá ter seus dados invadidos e sequestrados seus valores em contas bancárias, como também você de baixa renda, que tem seus tostões, no Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Caixa Econômica etc… com certeza poderás ter seus valores hackeados e saqueados, por esses ladrões da tecnologia moderna que se espalham por todo o mundo. Vivemos num mundo frágil que não oferece nenhuma segurança. O sequestro relâmpago, hoje, não só se dá nas praças e esquinas, agora os ladrões sofisticados estão de olho em seus bens que estão guardados em caixas fortes de banco ou em suas contas correntes, seja de grande ou pequeno valor. Só Deus e seus anjos poderão nos ajudar.

 

Elcio Nunes

    VEJA TAMBÉM
    Veja Mais

    Cunha define rito do impeachment

     O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), definiu hoje (12), em reunião com o colégio de…

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe