Por Elcio Nunes
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

É como se estivéssemos buscando nesse momento pelo em ovo de galinha. O momento no Brasil requer trabalho duro para livrar o povo da boca da morte. A Polícia Federal, com os demais órgãos de investigações de desvios de responsabilidades e de recursos públicos, que faça o trabalho que lhe cabe tanto na presidência como nos estados e municípios.

A pandemia está correndo e assolando todo o mundo e, o no Brasil não é diferente com milhares de pessoas a cada dia descendo à sepultura. Levanta-se o ministro Roberto Barroso, do STF, com um espírito partidário e de vingança contra o Presidente Jair Bolsonaro e impõe essa CPI descabida. É tanto ódio dirigido a administração e pessoa do Presidente da República, que ele em surdina com seus companheiros de côrte, resolveram numa reunião que a CPI deveria ser orientada exclusivamente a investigar o poder Executivo Federal.

O Senado, viu diferente e, resolveu estendê-la a estados e municípios. Poderíamos denominar essa descabida CPI, como a investigação do ódio e da vingança. Muito do dinheiro enviado a estados e municípios, para combate ao vírus, desceu pelo ralo e agora alguns governadores e prefeitos estão sofrendo diarréia nervosa, com a instalação dessa CPI.

O nosso Presidente, Jair Bolsonaro, é um homem íntegro e rígido com a coisa pública, isso é que nos mostra o panorama administrativo federal até o momento. Esperemos que não seja armada uma arapuca para prejudicá-lo. É momento do país buscar outras alternativas para fazer com que saiamos desse marasmo econômico e social. Reforma Tributária, Orçamentária, no sistema de justiça e educação, é disso que precisamos, o demais, é picuinha de quem não tem o que fazer.

CPI no Brasil é sinônimo de pizza, ou seja, “Nada”. Os cofres públicos desde Brasília serão uma vez mais saqueados, os componentes dessa CPI, sairão com os bolsos cheios e o povo continuará com a cara de Maria Madalena. CPI se instala pelo que sei, depois de uma situação aberrante instalada num dos setores administrativos de qualquer instituição governamental. A CPI da Pandemia tem como intuito claro e afrontoso ferir um só homem, nesse caso o presidente Jair Messias Bolsonaro!

Por Elcio Nunes

Notícias relacionadas

Opinião: na PB, uma terceira via política quase nunca existiu, e a história conta

A história da Paraíba sempre foi acompanhada por eventos políticos, confrontos violentos. Assassinatos históricos. Tratados de paz e embates bélicos travados, por exemplo, entre franceses e portugueses. Tabajaras e potiguaras.…

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…