O vereador Olimpio Oliveira ao analisar a ‘queda de braço’ entre a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) e o Governo do Estado pela autoria da implementação do projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na cidade, o parlamentar campinense propôs a união das forças políticas para a concretização do projeto na Rainha da Borborema. “Torço para que, finalmente, o trem entre na linha.”

“Falo com a preocupação de quem foi o primeiro político de Campina a pautar o tema VLT. Naquela época, em 2010, muitos sequer sabiam que existia esse modal de transporte, disse Olimpio, lembrando que os trilhos cortam a cidade desde o bairro do Araxá, onde temos o Hospital da FAP, passando pela UEPB, UFCG, seguindo pelos bairros do Pedregal, Santa Rosa, Centenário, Tambor Itararé, indo até o Distrito de Galante.

Em dezembro de 2010, Olimpio apresentou na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), apresentou um requerimento ao então prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rêgo para a realização de estudos de viabilidade técnica que permitisse a instalação desse equipamento na cidade. Estudos esses feitos.

Redação com assessoria

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio Bezerra sinaliza que pode deixar PSB se João Azevêdo sair da sigla

O Partido Socialista Brasileiro deverá perder três nomes de peso devido a disputa interna pelo comando do partido, e que colocaram o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo…

TJ suspende eleição antecipada da Mesa da Câmara de Bayeux

Uma decisão do desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, do Tribunal de Justiça da Paraíba, suspendeu a possibilidade de realização de eleição antecipada da Mesa Diretora da Câmara Municipal de…