A deputada estadual Olenka Maranhão (PMDB) disse que as relações familiares entre o ex-governador José Maranhão e o sobrinho dele, o deputado federal, Benjamin, “são caras e não podem ser tratadas ao dissabor de conveniências políticas”.

Ela afirmou que se Benjamin quer ser candidato a deputado federal tem o direito, assim como também o presidente do PMDB estadual, José Maranhão.

– Para a disputa de deputado federal existem 12 vagas. Então, desconhecer a força do nome de Benjamin eu estaria, acima de tudo, praticando uma injustiça com a história dele, que já foi prefeito, deputado, capaz de um ato de muita dignidade e de renúncia e, acima de tudo, de um compromisso partidário muito forte. Mas reconheço também que o nome de Zé Maranhão é forte para qualquer cargo que ele venha a disputar – afirmou a deputada.

 Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…

Opinião: Eliza estimula suicídio e recrimina discussão sobre violência contra mulher

O cuidado quando se escreve sobre algo ou alguém requer, antes de tudo, certa parcialidade, pois entendo que ser imparcial por completo é algo fantasioso e humanamente impossível de ser…