Por pbagora.com.br

A paternidade da obra do Governo do Estado, que foi embargada pela gestão municipal, pode ter cunho político. Pelo menos foi essa a motivação que transpareceu na explicação do Secretário de Planejamento da gestão municipal, Rômulo Polari ao declarar, em entrevista à Correio FM, que o governo municipal espera em Brasília, no Ministério das Cidades, por liberação de recursos para a realização dessa mesma obra.

Na entrevista, Polari ainda chegou a sugerir que os recursos do Governo do Estado fossem destinados para outra obra, e essa, a do Grotão, ficaria a cargo da prefeitura municipal realizar.

A obra desenvolvida pelo governo Ricardo Coutinho (PSB) tem o objetivo de interligar a BR 101, trecho Recife-João Pessoa, até a PB-008, com destino ao Litoral Sul paraibano.

O secretário de Infra-Estrutura da Capital, Ronaldo Guerra descartou qualquer atitude política por parte da atual gestão petista. Disse que a prefeitura não poderia admitir, em respeito à legislação em vigor, que o Estado, ou qualquer outro ente ou pessoa, iniciasse uma construção sem as licenças da Secretaria de Meio Ambiente e de Planejamento.

O superintendente do DER, Carlos Pereira, não se pronunciou sobre o assunto.

 ""

Ronaldo Guerra (foto à esquerda); Carlos Pereira – Superintendente do DER (foto à direita)

IMPASSE: PMJP embarga obra do Governo Estadual e multa gestão por falta de autorização e licença

 

A prefeitura de João Pessoa notificou e multou em R$ 30 mil reais a Construtora Novatec e embargou a obra do Governo do Estado, que está sendo realizada pela Perimetral Sul no trecho que vai do entroncamento da BR-101 até PB-008 no Valentina Figueiredo.

 

A obra que visa asfaltar 9km e está orçada em R$ 6 milhões foi embargada e paralisada por não ter,segundo a prefeitura, a licença e autorização para executar os serviços no local.

"O Estado não pode começar a execução de qualquer obra sem antes licenciá-la” afirmou um especialista em Gestão Pública Municipal. A Prefeitura de João Pessoa lembra que o Governo do Estado não deu abertura no processo de obtenção do Alvará de Licença para Construção, desrespeitando o Código de Obras do município.

 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Covid-19: Geraldo ratifica agradecimento ao Governo Federal sobre insumos

“Estaria disposto a repetir o que eu disse”. A declaração é do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, sobre o agradecimento público que fez ao governo federal no tocante…

Gestão Luciene de Fofinho comprou 12 mil testes para covid pelo triplo do preço

A gestão da prefeita de Bayeux Luciene de Fofinho (PDT) está mais uma vez no radar do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Desta vez, o órgão ministerial investiga a suspeita…