Por pbagora.com.br

Em entrevista ao programa Rádio Verdade, nesta quinta-feira (29), o presidente reeleito da Ordem dos Advogados do Brasil,  seccional Paraíba, Paulo Maia, fez um balanço sobre o pleito e lamentou que a campanha dos seus adversários tenham se baseado em notícias falsas a seu respeito na intenção de destruir a sua imagem à frente do órgão.

“Foi uma campanha sórdida, baixa que trouxe fake news sem preocupação, querendo manchar a minha reputação, criando informações sem subtrato facto, apenas com a finalidade de conseguir o poder apenas”, declarou.

Segundo Maia, sua jornada contou com bem menos recursos do que seus concorrentes. Ele avaliou que a diferença de votos entre o seu grupo e o segundo colocado mostra a aprovação dos advogados paraibanos a atual gestão e enterra a rede de fake news criada na campanha.

“Me reelegeram por ver o meu trabalho, realizado com muita dedicação, um trabalho duro difícil, mas prazeroso. A advocacia mostrou que, mesmo com essa cortina de fumaça sobre a verdade, soube reconhecer o trabalho. Ontem eu tive mais de mil votos a mais, enquanto na primeira eleição foram cerca de 400, isso mostra que fui legitimado no seio da classe”, arrematou.  

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

Câmara aprova substitutivo de Efraim Filho para salvar micro e pequenas empresas

O Congresso Nacional aprovou o substitutivo do deputado Efraim Filho (DEM/PB) ao PLN 2/21, do Poder Executivo, que permitirá mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor. “A expectativa…

ALPB vota hoje projeto sobre disque-denúncia pelo WhatsApp

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deverá votar na sessão ordinária de hoje o projeto de lei de autoria do presidente da Casa, deputado estadual Adriano Galdino(PSB) que institui o…