Por pbagora.com.br

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba suspendeu o embargo imposto às obras de intervenção da prefeitura municipal de João Pessoa no Porto do Capim. O Iphaep atendeu a uma recomendação do governador João Azevêdo. O líder da situação na Câmara de Vereadores de João Pessoa, vereador Milanez Neto (PTB), parabenizou o chefe do executivo estadual pela atitude.

 

O governador recomendou ao órgão novo prazo para análise de documentos necessários à garantia da licença obrigatória para intervenções em áreas de preservação sob a responsabilidade do Iphaep.

 

“O governador deu um grande gesto à cidade de João Pessoa e acho que o prefeito não enfrentará nenhum problema para sentar e dialogar com o governador sobre isso”, disse Fernando Milanez.

 

 A demolição das casas dos moradores começou no dia 28 de maio. Em março, cerca de 160 famílias receberam notificações para deixar a área para que seja iniciada a obra de revitalização da área. A suspensão do embargo aconteceu no sábado (1º), mas a nota só foi emitida pelo Iphaep no fim deste domingo (2).

 

Com a suspensão do embargo, a prefeitura de João Pessoa está livre para dar continuidade ao cronograma de intervenção na área, dentro do novo prazo estabelecido, após análise e deferimento.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PSOL dá o tom da pré-candidatura à PMJP: “Contras as oligarquias”

“Optamos por lançar uma proposta mais pertinente para quem defende interesses reais da população, e não interesses das oligarquias”, a declaração é do pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo…