Empossado nesta semana como o novo ministro das Cidades pela presidente Dilma Rousseff, Gilberto Occhi está envolvido em um processo que envolve supostas ameaças a uma cliente da Caixa Econômica Federal, banco do qual ele foi o superintendente, noticia neste sábado o jornal Folha de São Paulo.

O processo resultou em uma condenação da instituição financeira pela Justiça em fevereiro de 2011.

O caso – segundo o jornal – teve início em 2005, em Sergipe, quando Sheila Cristina Oliveira de Jesus contratou um financiamento para a aquisição de um imóvel.

Uol

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ALPB aprecia hoje decretos de calamidade de mais de 50 cidades

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) vai realizar, nesta quarta-feira (8), às 10h, sessão extraordinária, de forma remota, para apreciar decretos de Calamidade Pública e de emergência encaminhados à Casa…

Opinião: em “quarentena” forçada por assessores militares e civis, Bolsonaro está “isolado”, mas ainda fará muito estrago

Aos que duvidam que o presidente Jair Bolsonaro foi posto em “quarentena” por generais, líderes políticos e membros graúdos do Judiciário, é bom que eles tenham a seguinte certeza: Sim!…