A Paraíba o tempo todo  |

Novo inquérito investiga prefeito Zé Aldemir por ‘ignorar’ professores aprovados em concurso

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A promotora Sarah Araújo Viana de Lucena, da Promotoria de Justiça Cumulativa de Cajazeiras, abriu inquérito para investigar a denúncia de que o prefeito do município, José Aldemir (Progressistas), teria contratado professores por “excepcional interesse público” em detrimento de aprovados para o cargo em concurso público.

+ Prefeito Zé Aldemir é investigado por contratar dentistas comissionados ao invés de concursados, em Cajazeiras

De acordo com a promotora, se constatadas as irregularidades, Zé Aldemir pode responder por improbidade administrativa com base no artigo 37, inciso II, da Constituição Federal que versa o seguinte:

“A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração”.

Confira o documento:

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe