Por pbagora.com.br

“Vai deixar de ser homem, hein?” ou “Cuidado para não gostar e querer ir ao consultório todo dia”. Essas frases, tão comuns entre os homens, só comprova que exame de prevenção ao câncer de próstata ainda é um tabu, envolvido de muito preconceito e machismo.  Ao contrário do que dizem, o exame de próstata não modifica a orientação sexual de ninguém, mas, a falta de cuidados preventivos pode custar a vida. E é pensando nessa quebra de tabus e reforçando a importância da prevenção contra essa doença que a Assembleia Legislativa da Paraíba, neste mês de novembro, levanta a bandeira azul para alertar a sociedade sobre a importância deste tema.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a cada 38 minutos um homem morre devido a complicações do câncer de próstata, sendo a segunda maior causa de morte oncológica nos homens. Em dez anos, 139 mil homens morreram no Brasil em decorrência da doença. Cento e trinta e nove mil homens que, por medo da “zoação”, sentiram-se constrangidos em realizar o exame e perderam a chance do diagnóstico e do tratamento precoce da doença, o que poderia aumentar as chances de cura em 95%.

Para ajudar as pessoas a entenderem a doença e reforçar a importância dos cuidados preventivos, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) elaborou uma série de ações. Durante todo este mês de novembro, a fachada da ALPB ficará iluminada com a cor azul. Além disso, o portal da Assembleia (www.al.pb.leg.br) também mudou de cor para alertar sobre a campanha e nas redes sociais da Casa o assunto está sendo abordado durante todo o mês com informações sobre a importância do diagnóstico precoce.

A TV Assembleia também abraçou a causa e está com o tema em destaque na sua programação. Durante o programa “Vida Saúde”, é possível conferir uma série de reportagens sobre a doença, importância de cuidados preventivos, sintomas e tratamento. Já no “Viva Saúde”, o urologista e diretor Geral do Hospital Laureano, Thiago Lins, e o urologista e diretor da Urologia do Hospital Laureano, Fábio Martínez, esclarecem dúvidas sobre o exame de toque e sobre os cuidados necessários para prevenir a doença.

“Os homens precisam aprender com as mulheres: visitar seu médico e ter um médico que possa acompanhar alterações fisiológicas. Nós nos expomos mais e nos cuidamos menos. É preciso mudar essa cultura”, alertou o urologista Fábio Martínez.

“É preciso falar sempre sobre o assunto. Só com informação conseguiremos mudar a realidade atual”, reforçou o presidente da ALPB, Adriano Galdino. A iniciativa da Casa é uma maneira de chamar atenção para o combate à doença e para a quebra de tabus sobre o exame de toque.

TV ASSEMBLEIA

A TV Assembleia é exibida através do canal 8.2 (TV aberta na Grande João Pessoa) 14.2 (Patos e Região – TV aberta), 15.2 (Campina Grande e Região – TV aberta ) pelo canal 11 na net e 340.2, na Sky, GVT e Claro. Você também pode acompanhar a programação completa pelo canal do youtube.com/legislativopb e pelo @assembleiapb no Instagram.

Redação com ALPB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeitos destacam apoio municipalista de Veneziano: “Gabinete do senador é a nossa casa”

O senador Veneziano Vital do Rêgo participou nesta segunda-feira (30) de um encontro com diversos prefeitos e vice-prefeitos paraibanos, eleitos e reeleitos, promovido pelo líder do Governo do Estado na…

Partidos do Centrão vão comandar quase metade dos municípios do país

O grupo de partidos que formam o chamado Centrão, base política na Câmara dos Deputados do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), vai administrar mais de 2,6 mil municípios…