O vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, disse hoje que a deputada estadual Gilma Germano queria impedir que os filiados do partido votassem no Congresso Estadual que será realizado amanhã. “Mais uma vez a Justiça fez valer os direitos e todos os filiados vão votar”, desabafou. Segundo Nonato, o grupo do Governo “encastelado” no PPS tentou procrastinar as eleições municipais e recorrer ao tapetão para impedir que os filiados se manifestem nas eleições estaduais.

 

Nonato convidou todos os filiados para o Congresso e disse que, além das eleições, haverá debate acerca do papel dos filiados e o posicionamento do partido no País e na Paraíba, com a presença da pré-candidata à Presidência pelo PPS, Soninha Francine. Ele disse que os filiados têm um desejo muito grande expressar sua autonomia e não querem que o partido seja transformado em sublegenda de outro ou filial do Palácio da Redenção.

 

Bandeira afirmou que a tentativa de impedir a eleição municipal foi a tentativa de “golpe” nos filiados e revelou que confia na vitória do seu grupo.

 

Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo diz que movimento de PM’s na PB tem forte conotação política

“Há forte conotação política”. Essa foi a análise do governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), a respeito das manifestações realizadas por representantes das polícias Civil e Militar, assim como, do…

Em nota, Governo do Estado expressa pesar pela morte de Marcus Odilon

O Governo do Estado, através de nota, expressou pesar pela morte do ex-prefeito de Santa Rita Marcus Odilon. A administração estadual disse estar solidária a dor de amigos e familiares.…