O jornalista Nonato Bandeira foi nomeado nesta sexta-feira pelo governador João Azevedo para comandar a Secretaria de Comunicação do Governo da Paraíba. Ele agradeceu ao governador pela confiança em seu trabalho e disse estar completamente afinado com o estilo de João em administrar o Estado.

Secretário de Governo desde o início da atual gestão, Bandeira deixa a pasta que passa a ser comandada pelo presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas. Para a Secretaria Executiva de Comunicação, João Azevedo nomeou o advogado Fábio Barros Araújo.

Com 21 anos de jornalismo na área privada, Nonato Bandeira, atualmente com 54, é formado em Comunicação Social
pela UFPB e já ocupou as diversas funções nas redações paraibanas, de revisor a editor geral. Exerceu a presidência da Associação Paraibana de Imprensa, militou no movimento estudantil e sindical, além de coordenar a implantação de rádios comunitárias e ser o responsável pelo projeto que originou a primeira televisão pública da Paraíba, a TV Assembleia.

Na área pública, Nonato Bandeira foi secretário de Comunicação e Chefe de Gabinete da Prefeitura de João Pessoa e do Governo da Paraíba nas gestões de Ricardo Coutinho. Também ocupou a vice-prefeitura de João Pessoa, eleito em 2012 no primeiro mandato de Luciano Cartaxo.

EXECUTIVO DE COMUNICAÇÃO – O novo secretário executivo de Comunicação, Fábio Barros Araújo, é formado em Direito pelo Unipê, com especialização na Escola Superior da Magistratura. Exerceu diversos cargos na administração pública. Foi assessor jurídico da Secom, Controlador geral do município, secretário da Transparência Pública e secretário executivo da Comunicação, todos na Prefeitura de João Pessoa. Especialista em
Licitações públicas, ele também exerceu a chefia de Gabinete da Secretaria de Comunicação do Estado e recentemente foi assessor jurídico da Secom-PB na gestão do secretário Luís Torres.

 

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após postagem de Bolsonaro, Lula cobra do Congresso ação em defesa da democracia

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou seu perfil numa rede social para cobrar do Congresso e da sociedade ação em defesa da democracia. A postagem…

Julian reforça crítica a Bolsonaro por apoiar ato contra Congresso

Após criticar o ato convocado pelo presidente Jair Bolsonaro, previsto para o dia 15 de março, onde o presidente defende o fechamento do Congresso, o deputado estadual paraibano Julian Lemos…