O senador Cássio Cunha Lima destacou que nesta quinta-feira o município de
Patos completa 110 anos de fundação e se configura como a capital do sertão
paraibano ao polarizar uma região que atende cerca de 500 mil habitantes.
“Parabéns à Morada do Sol e ao seu povo pela construção da cidade que
orgulha todos os paraibanos”.

 

Conforme o senador, o povo forte do sertão que fez e faz grande a “morada
do sol” deve ser parabenizado por todos pela construção da bela cidade
mesmo sob condições climáticas extremas “mas que não é suficiente para
barrar o arrojo do povo patoense a partir da nítida evolução da cidade que
eles construíram”.

 

Cássio declarou que tem uma grata satisfação ao ter contribuído para uma
parcela desse desenvolvimento ao levar, no período em que foi governador do
Estado, importante ações que beneficiam o povo patoense. Ele disse que uma
das ações que mais o deixam satisfeito foi a possibilidade de ter levado um
campus da Universidade Estadual da Paraíba para atender patoenses e demais
paraibanos que moram na região polarizada por Patos. “Educação é certamente
a obra mais estruturante que uma sociedade possa receber e levo com carinho
o reconhecimento do trabalho feito”, declarou o senador.

 

Cássio Cunha Lima lembrou ainda as ações de saneamento básico, drenagem e
pavimentações que elevaram consideravelmente o percentual de atendimento à
população destas infraestruturas básicas. Segundo os dados oficiais, mais
de 15 milhões de reais, em valores da época, foram investidos nestes itens.
Aí incluso, todo o calçamento existente no bairro da Maternidade.

 

Na educação, alem da chegada da UEPB na cidade, foram priorizados os
investimentos em reformas e ampliações de várias escolas que juntas somaram
mais 2,8 milhões de reais em investimentos em melhorias tais como
laboratórios de informática e aquisição de material didático.

 

No item saúde, o destaque foi para a reforma e ampliação da maternidade de
Patos incluindo a construção do Banco de Leite, além da recuperação do
hospital regional e do núcleo de saúde e da UTI do hospital infantil Noaldo
Dantas, além da aquisição de uma UTI Móvel para o hospital regional.

 

Foi durante a gestão de Cássio que a PB-110 foi totalmente recuperada nos
seus 37,2 Km com investimentos que somaram mais de 4,5 milhões de reais à
época. Já os incentivos fiscais para a atração de novas empresas para Patos
somaram quase 12 milhões de reais e a conclusão do agrocentro, localizado
às margens da BR-230 resultou em investimentos de cerca de 1,4 milhões de
reais que foram somados a quase um milhão de reais através de convênio com
a cooperativa Campal.

 

Na agricultura, aliás, foram destaques as ações coordenadas pelo Projeto
Cooperar a exemplo da execução de projetos de apicultura, caprinocultura,
perfuração de poços artesianos e tubulares e construção de cisternas e nove
passagens molhadas que resolveram definitivamente a acessibilidade em
diversas áreas rurais do município, além da nacionalmente reconhecida ação
em torno do algodão colorido, plantado principalmente em Patos e que
projetou o estado nacionalmente com essa técnica revolucionária.

 

Na ação social, mais de 1500 famílias receberam diariamente leite e pão e
estava em andamento a construção do restaurante popular do bairro do
Jatobá. Na habitação, foram investidos quase 3 milhões de reais para a
construção de unidades habitacionais além das quase 1500 famílias que
receberam definitivamente os títulos de posse das suas residências,
notadamente nos conjuntos Bivar Olinto, Mutirão e Noé Trajano

 

Somados e em valores históricos, os investimentos do governo Cássio Cunha
Lima em Patos, somaram mais de 63 milhões em recursos aplicados diretamente
no município. Cássio disse que sempre os recursos investidos sempre estarão
aquém das necessidades das cidades paraibanas, porém ele destacou que
durante o seu período de governo, Patos sempre foi um das prioridades por
tudo o que a cidade representa no contexto administrativo do Estado e a
importância da capital do sertão para toda a região por ela polarizada,
incluindo ainda municípios de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, devido à
sua localização privilegiada, no centro da Paraíba.

 

 

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano garante trabalhar por fim de impasse no PSB-PB: “Precisamos estar unidos”

O conflito interno vivido pelo PSB-PB tem dividido opiniões de integrantes da sigla. Há quem defenda a permanência de Edvaldo Rosas da presidência estadual da legenda, mas há também aqueles…

Líder na ALPB diz ser contra privatização das BRs 101 e 230 na Paraíba

Em entrevista à imprensa paraibana o ex-deputado federal e líder do bloco governista o deputado estadual Wilson Filho (PTB) opinou sendo contrário, a inclusão dos trechos das BRs 101 e…