Por pbagora.com.br

O desembargador Júlio Paulo Neto concedeu liminar suspendendo o processo de nomeação do auditor substituto Humberto Porto como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, que seria sabatinado pelos deputados estaduais na manhã desta terça-feira (26).

Escolhido pelo governador José Maranhão, Humberto Porto compôs a lista triplice do Tribunal de Contas do Estado, junto com os auditores Antônio Cláudio Silva Santos e Antônio Gomes Vieira, após o Superior Tribunal de Justiça decidir que a composição deveria tomar como base ordem de aprovação de concurso público e não pelo critério da idade, como o TCE estava projetando.

Os auditores que ficaram de fora da lista recorreram a decisão e pediram suspensão do ato de nomeação até julgamento definitivo do processo.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: 77,3% aprovam gestão Lorena em Monteiro

Atual prefeita e candidata à reeleição, Lorena, do PL, tem a gestão aprovada por 77,3% dos entrevistados na pesquisa realizada pelo Instituto Datavox, contratada pelo portal PB Agora, divulgada neste…

Candidato do Patriotas em CG acusa Wallber de ter embolsado quase meio milhão do partido

O candidato à Prefeitura de Campina Grande, Edmar Oliveira, pelo Patriotas, acusou o presidente estadual do partido, Wallber Virgolino, de se apropriar dos recursos destinados à campanha eleitoral nos municípios.…