Os advogados do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e do vice-governador José Lacerda Neto (DEM) protocolam na manhã desta quarta-feira (18) recursos extraordinários no Supremo Tribunal Federal questionando decisão do TSE que reafirmou a cassação do mandato do governador tucano na noite desta terça.

Os recursos serão impetrados junto a ações cautelares em que se pedirá a permanência de Cássio e Zé Lacerda no governo até que sejam julgados todos os recursos.

O STF somente se pronuncia sobre questões de divergência constituicional. No caso de Zé Lacerda, o recurso extraordinário atacará o princípio da ampla defesa e ainda a realização de novas eleições. O recurso de Cássio deve reforçar a questão das novas eleições.

PB Agora

 

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano garante trabalhar por fim de impasse no PSB-PB: “Precisamos estar unidos”

O conflito interno vivido pelo PSB-PB tem dividido opiniões de integrantes da sigla. Há quem defenda a permanência de Edvaldo Rosas da presidência estadual da legenda, mas há também aqueles…

Dois extremos: vereador da Capital pode trocar PCdoB por PSL

Eleito pelo Partido Comunista Brasileiro nas eleições de 2016 para um mandato de quatro anos como vereador de João Pessoa, o secretário do Procon de João Pessoa, Helton Renê, pode…